Noticias

19 de jan de 2013

Lei Seca no pré Carnaval e ensaios de escolas de samba

 



Em seu quarto ano com ações no Carnaval, a Operação Lei Seca está intensificando o trabalho de conscientização nos eventos pré-folia. Nesta sábado, duas equipes levaram agentes ao bloco da Banda de Ipanema, na Praça General Osório, e aos ensaios técnicos das escolas de samba, na Marquês de Sapucaí.



Para educar os motoristas sobre os riscos de dirigir sob o efeito de álcool, os agentes cadeirantes distribuíram adesivos da operação e disponibilizaram bafômetros descartáveis para testes de alcoolemia. De acordo com o coordenador da equipe Eco, Carlos Aquino, muitos jovens abordam os servidores para ouvir suas histórias.

- A ideia é mostrar que a mistura entre álcool e direção pode provocar a morte ou deixar sequelas como as dos nossos agentes. Eles param, perguntam e pedem para fazer o teste.Não conseguimos fazer a abordagem de todos, mas a presença visual já atinge e passa a mensagem - afirmou Aquino.

Aparentemente alcoolizado, o atendente Hugo Souza Franco, de 25 anos, pediu que Valesca Gonçalves explicasse como funcionava o teste. A agente ficou paraplégica em um acidente onde um motorista embriagado bateu no carro onde ela estava. Depois de soprar no bafômetro, o jovem descobriu que a quantidade de álcool no sangue já o enquadraria no nível criminal.

- Eu tenho moto, mas vim de ônibus. Eu tenho consciência de que não poderia dirigir assim porque já vi muitos acidentes - reconheceu Franco.

No Sambódromo, a equipe do coordenador Vitor Paradiso distribuiu mais de três mil adesivos da Operação Lei Seca na própria avenida e nas imediações. Segundo ele, as ações são realizadas diariamente e o foco tem sido a presença em concentrações de blocos e ensaios nas quadras das escolas.

- As estatísticas mostram que a iniciativa tem dado certo. Os motoristas estão mais conscientes e menos resistentes a nós. É gratificante saber que muitas vidas já foram salvas - disse Paradiso.

div:governo-rj» Fabiana Paiva


  

Agentes da lei seca estão atuando nos ensaios de blocos para conscientizar os foliões cariocas.
A Operação Lei Seca que neste carnaval vai reeditar os homens-balão e as grandes bolas infláveis, vistas na cidade no ano passado, já atua nas ruas levando conscientização à população nos eventos précarnavalescos. A ação permanente, lançada em 2009, está presente nos ensaios de escolas de samba realizados no Sambódromo, em quadras e nos blocos carnavalescos que esquentam os foliões para o feriado momesco.





De acordo com o coordenador da OLS, major Marco Andrade, a iniciativa pretende garantir que o folião pule o carnaval com tranquilidade. E para educar o motorista a não beber ao dirigir, a equipe da operação está utilizando em suas ações o bafômetro descartável. Cerca de 40 mil itens estão sendo usados pela equipe OLS desde o Réveillon nas ruas do Rio.

– É uma ação muito interessante, que desperta a atenção das pessoas ainda quando elas estão fazendo o uso de bebida alcoólica. Ao realizar o teste, elas veem que realmente não tinham condições de dirigir, se pegassem o carro. Dá tempo de se organizar, deixar o veículo ou pedir que outra pessoa seja o condutor – disse o major Marco Andrade.

Confira o roteiro do fim de semana

Sábado (19/1)

19h – Ensaio Técnico no Sambódromo – Escolas: Porto da Pedra, Portela e Beija-Flor
19h – Ensaio da Mocidade de Padre Miguel – Quadra da escola
20h – Banda de Ipanema – Praça General Osório


Domingo (20/1)

18h – Ensaios do Bloco de Segunda e do Bloco carnavalesco Que M é essa – Quiosque da Globo, na Praia de Copacabana
20h – Ensaio Técnico no Sambódromo – Escolas: Vila Isabel e Salgueiro


div: governo rj -  » Julia de Brito

Nenhum comentário:

...

...

...