Noticias

2 de fev de 2013

Central 1746 ouvidoria amplia serviços


O mais importante canal de comunicação entre a Prefeitura e os moradores do Rio foi reforçado no ano de 2012. No ano passado, a Central de Atendimento ao Cidadão - 1746 recebeu cerca de três milhões de chamadas. É como se metade da população da cidade tivesse entrado em contato com a Prefeitura para solicitar algum serviço, registrar uma reclamação, denúncia ou elogio ao trabalho dos órgãos e secretarias do município.




De acordo com o último balanço anual, se compararmos com o ano de 2011, a média mensal de ligações recebidas cresceu 19% e de serviços atendidos, 20%. Já o percentual de serviços atendidos pelo 1746 no ano passado foi de 87%, com uma média diária de elogios de 90%.


Além das ligações, outras ferramentas ganharam força. As solicitações feitas pelo site da Central 1746 e via celulares, por meio de aplicativos, tiveram um boom. Aumentaram 560% e 460% respectivamente.


Para o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, os números mostram o aperfeiçoamento do serviço: “O 1746 foi criado para ouvir os cidadãos e atender de forma ágil e eficiente as suas necessidades. O aumento no número de ligações e a ampliação dos acessos via Internet e celulares mostra que o serviço se tornou um grande aliado da população no cuidado com a cidade” – afirma.


Principais solicitações feitas ao 1746

No ranking das secretarias e órgãos que receberam maior volume de solicitações em 2012, em primeiro lugar está a COMLURB (1020 solicitações/dia), seguida pela Guarda Municipal (258 solicitações/dia). A RioLuz caiu da segunda para a terceira posição com uma redução de 15% no número de pedidos para o reparo de lâmpadas apagadas, uma das principais demandas de 2011.


Entre os serviços mais pedidos em 2012 estão: remoção de entulhos, controle de roedores, fiscalização de veículo estacionado sobre calçadas e em frente a garagens, vistoria em possível foco de dengue, poda de árvore e reparo de buraco na pista.


Os bairros que apresentaram o maior número de chamados foram Campo Grande, Tijuca e Copacabana. A comunidade de Realengo ficou entre as 10 mais atuantes em 2012, com um aumento de 35% na participação de seus moradores.


No último ano, 14 órgãos que até então não faziam parte do projeto, começaram a receber chamados pelo 1746: SEPDA, SEDECON, SMA, SMPD, SMTE, FPJ, SMH, MULTIRIO, SMEL, TRANSOESTE, SMU, Rio-águas, Previ-Rio e RIOFILME.


A Central de Atendimento ao Cidadão - 1746, criada pela Prefeitura do Rio em março de 2011, foi inspirada no “311” de Nova York. O serviço funciona sete dias por semana, 24 horas por dia, com 300 atendentes. O tempo médio para que cada ligação seja atendida é de 30 segundos, podendo chegar a três minutos nos horários de maior procura.


Com capacidade para 234 atendimentos simultâneos e 600 mil atendimentos/mês, o contato com o 1746 pode ser feito por telefone, com o custo de uma ligação local, pelo site http://www.1746.rio.gov.br/, ou através de aplicativos para celulares e smartphones, permitindo que os usuários fotografem os problemas e enviem fotos em tempo real nas solicitações de reparo.


Todas as solicitações de serviços estão concentradas em um único número, e o processo de atendimento está estruturado para garantir a execução dos serviços com prazos máximos pré-estabelecidos. Cada pedido gera um número de protocolo para que o cidadão possa acompanhar e receber informações sobre sua solicitação.
 
fonte prefeitura-rj


Nenhum comentário:

...

...

...