Noticias

15 de fev de 2013

Transoeste tem quatro novas estações de brt

 

Nesta sexta-feira (15/02) o funcionamento de mais quatro estações do BRT Transoeste na Avenida Cesário de Melo, entre Paciência e Santa Cruz. As novas estações - Três Pontes, 31 de outubro, Cesarinho e Vila Paciência - serão atendidas na linha Paciência-Recreio, que assim como as demais estações, funciona diariamente das 05h à 01h. A Avenida Cesário de Melo tem um corredor central exclusivo para ônibus, segregado do tráfego geral, com estações de embarque que aceitam o Bilhete Único Carioca e RioCard.


O passageiro que quiser fazer o transbordo para os ônibus paradores do BRT Transoeste deverá, preferencialmente, trocar de ônibus em qualquer uma das estações Expressas/Paradoras situadas no bairro do Recreio dos Bandeirantes (Recreio Shopping, Gláucio Gil e Salvador Allende). Até o momento, 41 estações do corredor expresso já estão disponíveis aos usuários.

Primeiro BRT da cidade, a Transoeste liga a Barra da Tijuca a Campo Grande e Santa Cruz de maneira ágil e confortável, beneficiando cerca de 220 mil pessoas por dia. Com a entrega das obras até Paciência, a Transoeste passa a ter 44,5 quilômetros já em funcionamento. Em operação no trecho Barra - Santa Cruz desde junho, o investimento da Prefeitura do Rio na implantação do corredor é de R$ 900 milhões.

Ao longo do traçado da Transoeste, a Secretaria Municipal de Obras construiu o túnel José Alencar, perfurado na Serra da Grota Funda, o mais moderno e seguro do Rio, ligando o Recreio dos Bandeirantes a Guaratiba. Com 1.100 metros de extensão em cada sentido, o túnel é a principal estrutura do projeto e uma das maiores intervenções urbanísticas da cidade, sendo a primeira ligação entre as baixadas de Jacarepaguá e Guaratiba.

O itinerário dos ligeirões da Transoeste entre a Barra da Tijuca e Santa Cruz conta ainda com seis viadutos e quatro pontes. Nesta extensão foi escavado 1,3 milhão de metros cúbicos, equivalente a 97 mil caminhões e utilizados 1,2 milhão de metros cúbicos de aterro compactado, correspondente a 91 mil caminhões. A somatória destes dois volumes equivale ao estádio do Maracanã. Além disso, foram usadas 1.1179 toneladas de estrutura de aço para construir as estações de BRT e 181.170 toneladas de asfalto para pavimentação.

Nas vias exclusivas, os ônibus articulados – com ar-condicionado e capacidade para 140 passageiros - trafegam livres de congestionamentos, o que encurta pela metade o tempo de viagem de quem faz diariamente o trajeto entre os bairros. O Terminal Alvorada, ponto de integração com o BRT Transcarioca (Barra–Galeão), foi remodelado e opera desde junho com os ligeirões da Transoeste. O terminal segue em obras no trecho que atenderá futuramente à Transcarioca. Além da ligação dos corredores expressos, o terminal vai receber todo o transporte de ônibus da Zona Oeste.
 
Os veículos foram projetados para não abrirem as portas fora das estações. Os sinais de trânsito ao longo do percurso ganharam tecnologia que detecta a aproximação dos ligeirões, de forma a retardar o fechamento ou antecipar a abertura.

Os investimentos da Prefeitura do Rio em mobilidade urbana incluem ainda os BRTs Transcarioca, Transolímpica e Transbrasil, ligando toda a cidade através de corredores exclusivos para ônibus articulados.

Fonte prefeitura-rj

Nenhum comentário:

...

...

...