Noticias

5 de mar de 2013

Táxis Elétricos no Rio

Rio entra na era da emissão zero com programa de táxis elétricos
 
 


Parceria entre Prefeitura do Rio, Nissan e Petrobras Distribuidora levará às ruas do Rio 15 táxis 100% elétricos

Na manhã desta terça-feira, dia 5, o prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio, entregaram os dois primeiros táxis elétricos da cidade, que representam o início do programa Táxi Elétrico, uma parceria entre a Prefeitura do Rio, Nissan e Petrobras Distribuidora. A cerimônia marcou a inauguração da nova sede da Nissan no Brasil, no Centro, e também teve a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Júlio Bueno, e de representantes da Nissan e da Petrobras.


- Essa é uma inciativa pioneira e o Rio tem essa marca, de ser uma cidade ligada nas questões ambientais. Hoje a gente tem uma grande conquista que é o escritório na Nissan aqui no Rio e junto disso, começamos a experimentar nas ruas da cidade e no transporte público, táxis com um modelo diferenciado, que são menos poluentes e que têm muito menos impacto na questão ambiental na cidade. Essa é uma fase experimental, mas o ideal é a gente consiga desenvolver cada vez mais incentivos, para que as pessoas possam adquirir esse tipo de carro. O uso do carro elétrico será uma grande melhoria da qualidade ambiental da cidade – disse o prefeito.


Nesta primeira fase, duas unidades do Nissan LEAF, veículo 100% elétrico que não emite poluente e nem faz barulho, rodarão na capital fluminense. Até o fim do ano, outros 13 veículos serão adicionadas à frota. Os dois primeiros taxis elétricos começarão a circular pela cidade, a partir do aeroporto Santos Dumont, e poderão ser recarregados em dois postos Petrobras, na Lagoa Rodrigo de Freitas e na Barra da Tijuca. A Nissan foi a única empresa a apresentar proposta na chamada pública realizada pela Prefeitura do Rio durante o mês de janeiro para selecionar veículos elétricos que pudessem atuar no serviço de táxis na cidade.


- Quando a gente fala em sustentabilidade, o transporte é sempre um dos maiores desafios. O Rio decidiu enfrentar isso de duas maneiras, investindo muito no transporte público de alta capacidade e qualificando o sistema de táxis com novas tecnologias. Ao longo de 2013 a Prefeitura quer avançar na qualificação da frota de táxis e na valorização do taxista. Esses veículos elétricos representam aonde a gente quer chegar e vão servir como uma ferramenta de apresentação desse novo sistema à população. Vamos despertar essa discussão sobre a utilização da energia elétrica e valorizar o serviço de taxi. Além disso, escolhemos dois motoristas padrão, para que sirvam de exemplo e referência para a categoria – disse o secretário Osorio.


O táxi elétrico, projetado para atender às necessidades da mobilidade urbana moderna, oferece espaço, conforto e potência como os veículos à combustão. Lançado comercialmente nos Estados Unidos, na Europa e no Japão em dezembro de 2010, o modelo já tem mais de 50 mil unidades vendidas em todo o mundo e autonomia de 160 km. O módulo de 24 baterias de íon-lítio pode ser recarregado em carregadores caseiros em até oito horas, ou em apenas 20 minutos com os ‘Quick Chargers’ (carregadores rápidos), que serão instalados em postos da Petrobras.


Com esta iniciativa, a Prefeitura do Rio firma o compromisso de incentivar o uso de tecnologias limpas e de baixa emissão de carbono, considerando que os veículos elétricos são classificados como “zero emissão”, por não emitirem gases de efeito estufa, sendo uma alternativa sustentável se comparado aos carros movidos a derivados de petróleo. A meta da prefeitura, segundo a política climática da cidade, é de reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 16% até 2016, considerando as emissões de 2005.


- É um sonho que está difícil de acreditar que se tornou realidade. Eu nunca ia me imaginar dirigindo um carro completamente elétrico. Fiquei muito orgulhoso em ser escolhido. Eu me sinto parte desse novo momento que o Rio está passando - disse Arthur Marfir, que há 15 anos trabalha como taxista no aeroporto Santos Dumont.


Nova sede no Rio

A cerimônia de entrega das unidades do LEAF Táxi ao prefeito marcou também a inauguração oficial da nova sede da Nissan no Brasil, no moderno edifício Porto Brasilis, onde a empresa está sediada desde o início de janeiro. A Nissan escolheu o Rio de Janeiro como cidade da sua nova sede por investir no Estado com a construção de uma nova fábrica, em Resende, e com o patrocínio dos Jogos Rio 2016. O Centro foi escolhido pela localização privilegiada e por ser o ponto zero do processo de revitalização da Região Portuária promovida pela Prefeitura do Rio.

 Fonte Prefeitura - rj

 Autor: Texto: Elisa Motta 
 Foto: Beth Santos

Nenhum comentário:

...

...

...