Noticias

5 de ago de 2013

Nova Friburgo


Média de ocupação em julho foi a maior dos últimos três anos no município


Com média de ocupação em hotéis e pousadas de 90% no mês de julho, a maior dos últimos três anos segundo pesquisa do Convention Bureau, Nova Friburgo retoma seu potencial turístico e reaquece sua economia.
Só no último final de semana, por conta do Festival de Inverno, que promoveu uma série de atividades na cidade e em municípios vizinhos entre os dias 13 e 28, a média de ocupação na rede hoteleira da cidade chegou a praticamente 100%. O sucesso se deveu a uma programação extensa de eventos e ações de fomento desenvolvidas com o apoio do poder público municipal e estadual, entre outros fatores.

O Governo do Estado, por exemplo, por meio de sua Secretaria de Turismo, desenvolveu ações de divulgação no Rio de Janeiro e em estados vizinhos como São Paulo e Minas Gerais.

- Intensificamos neste período de inverno uma campanha no nosso estado e em outras localidades com folheteria, entre outras ações. Além disso, é alta temporada e a cidade tem promovido eventos importantes. Outras fatores também influenciaram o bom momento: as férias escolares, o frio e o feriado no Rio de Janeiro – disse o secretário de Turismo, Ronald Ázaro.

Para o presidente do Convention Bureau de Nova Friburgo, Flavio Stern, a atração de turistas que lotaram a cidade foi possível porque houve uma forte articulação dos empresários do município e de cidades vizinhas da região serrana e um grande empenho de várias entidades na divulgação do turismo local.


- Foi a vontade dos empresários e a divulgação na mídia de diversas frentes que foi iniciada ainda no primeiro semestre. Também estamos capacitando mão de obra e os festivais e feiras tem atraído público de diversos lugares – destacou.

Programação de eventos prossegue no mês de agosto

Em Nova Friburgo, 40 mil pessoas aproveitaram os 14 dias do Festival de Inverno promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), com o apoio da prefeitura, o Governo do Estado do Rio e a Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ). Realizado também em Petrópolis e Teresópolis, o evento, que ofereceu ao público uma programação diversificada que incluiu teatro, música, artes visuais, literatura, cinema e dança, reuniu cerca de 150 mil pessoas nos três municípios fluminenses.

Tão logo o festival foi encerrado outros eventos recomeçaram a atrair visitantes. A tradicional Festa Suíça iniciada na quinta (1/08) e que tem como objetivo reforçar a ligação existente entre Nova Friburgo e Fribourg, na Suíça, incluiu em sua programação danças folclóricas, comidas típicas, apresentação de bandas, exposições, shows, cortejos, além da apresentação de grupos culturais. O evento é gratuito e acontece até domingo (4/08).

A partir de domingo (04/08), será a vez da Fevest iniciar seus trabalhos. A feira brasileira do setor de moda íntima, praia, fitness e matéria-prima, que no ano passado registrou volume de negócios na ordem de R$ 36 milhões, atrai empresários de todo o país que buscam realizar grandes compras em mais de 100 estandes de indústrias de confecção, matéria-prima, serviço e tecnologia. O evento, que conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, termina terça-feira (6/08).

- A Fevest é hoje uma âncora para a moda. É o momento em que a produção e o comércio se encontram, embalados pelos desfiles promovidos pelo evento - ressaltou a subsecretária de Comércio e Serviços, Dulce Ângela Procópio.

A pasta estadual também realizará no mês de novembro, pelo sétimo ano consecutivo, o Festival da Truta em Nova Friburgo. Com apoio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, neste ano todo município foi contemplado e já conta com 50 restaurantes inscritos no evento.

Obras vão beneficiar turismo local


Comtemplado pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur – RJ), viabilizado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida do Governo do Estado, o município de Nova Friburgo ganhará obras importantes: intervenções nos distritos de Lumiar e de São Pedro da Serra e a construção de um moderno centro cultural, de eventos e de exposições, no centro da cidade.


O primeiro projeto, orçado em 6,4 milhões, está em processo de licitação na Secretaria estadual de Obras. As intervenções devem começar em outubro e terminar em 10 meses. Serão recuperadas as praças Levy Aires Brust, Carlos Marchon e do Lago, em Lumiar, e a Praça João Heringer, em São Pedro da Serra, além de requalificação de vias públicas nos dois distritos.


Já a construção do centro cultural, de eventos e exposições, com capacidade para 1,5 mil pessoas, deve começar em 2014, com prazo de término em um ano. Orçada em R$ 5 milhões, a licitação da obra está prevista para ser feita em janeiro e fevereiro do ano que vem. Antes, será realizado um concurso nacional pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) para a escolha do projeto arquitetônico definitivo do centro de convenções. O projeto básico prevê a subdivisão da área multiuso de 1,5 mil metros quadrados em espaços menores permitindo a realização de diferentes eventos simultaneamente.


Visitantes satisfeitos


As belezas de Nova Friburgo e sua fama como polo de lingerie atraíram a família de Elvis Garra, de Maricá, ao município serrano.


- Viemos passear e ver o comércio. Não vinha aqui há tempos, decidi trazer minha filha, ela gosta do frio.


As amigas Viviane Rocha e Maria Laura Ferrari buscaram também buscaram as baixas temperaturas na região serrana.


- Adoro o inverno daqui. Estamos gostando muito – disse Viviane.  




Fonte governo-rj Julia de Brito
Fotos:Salvador Scofano

Nenhum comentário:

...

...

...