Noticias

17 de ago de 2013

Selo de Identificação Produzido no Rio


Identificação "Produzido no Rio" servirá para valorizar produtos fluminenses

Os produtos de origem animal e vegetal do estado do Rio de Janeiro vão receber um selo de identificação de sua origem. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, pretende valorizar a produção fluminense divulgando aos consumidores a diversidade de itens comercializados.
O selo “Produzido no RJ” foi lançado, nesta sexta-feira (16/08), no Rio Gastronomia 2013, evento que acontece de 16 a 18, no Jóquei Club, no Jardim Botânico. O lançamento contou com a presença de produtores rurais de todas as regiões do estado, que participaram também de uma Rodada de Negócios com proprietários de restaurantes e de lojas dedicadas à gastronomia. A rica produção das agroindústrias familiares fluminenses também poderá ser vista na Feira de Sabores, uma novidade na edição do evento Rio Gastronomia deste ano. 



- Há muito tempo sonhávamos com a hipótese de termos um registro da origem Rio de Janeiro identificando nossos produtos para valorizar nossa produção e encantar o consumidor com produtos de altíssima qualidade. Geramos um protocolo de identificação. Este selo RJ representa todo o agregado de uma agricultura e pecuária moderna, o apoio público – destacou o secretário de Agricultura, Christino Áureo.


Para o produtor rural de queijos e derivados de Santa Maria Madalena, Gilmar Carino, o selo “Produzido RJ” incentiva o pequeno produtor a aumentar suas vendas e crescer. O empreendimento encaminhado pela família que reside na região Serrana recebe desde 2005 o apoio da Secretaria de Agricultura, por meio do programa Prosperar, que prevê a capacitação dos beneficiários em processamento, adequação às novas legislações e gestão do empreendimento para incluir integralmente as agroindústrias familiares no mercado formal.


- Este selo é importante porque as pessoas sabem de onde vem o produto e passam a ter uma dimensão maior de nossa produção que é diversificada. A mesma identificação num grande e num pequeno negócio fará também com que os dois empreendimentos sejam vistos com os mesmos olhos. Isso para o pequeno produtor é um grande incentivo – afirmou.


Representante de cachaça produzida em Campos dos Goytacazes, Reginaldo Pinto Rodrigues, comemorou a chance de aumentar a sua produção com o uso da marca de identificação da origem da produção.


- Nossa cachaça é feita artesanalmente e envelhecida em barril de carvalho. Esta marca criada pelo governo mostra para o Brasil e para o mundo que o Rio de Janeiro tem um grande potencial – disse.


 Julia de Brito
 Fotos:Clarice Castro

Nenhum comentário:

...

...

...