Noticias

1 de out de 2013

Academias da Terceira Idade Publicas


Seis unidades já foram inauguradas e mais duas devem ser abertas esta semana
A ideia de um idoso sentado na praça jogando conversa fora ficou no passado. Com o aumento da expectativa de vida ao nascer dos brasileiros, que, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) chegou aos 73,17 anos em 2009, a preocupação com a qualidade da vida dos idosos também cresceu. 

A ideia das academias para a terceira idade, que já nasceu na cidade do Rio por iniciativa da Prefeitura, foi levada para outros municípios pela Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida. O Programa 3ª Idade Saudável prevê a instalação de 45 academias, sendo 40 só até o fim deste ano. Seis delas já foram inauguradas nas cidades de Saquarema, Búzios, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro, Nilópolis e Paraíba do Sul.

Os municípios que vão receber as academias são escolhidos de acordo com a quantidade de idosos. Além disso, as prefeituras têm que disponibilizar um espaço público de 70 metros quadrados com chão liso para a instalação dos oito equipamentos que ajudam no fortalecimento muscular, alongamento e desenvolvimento da capacidade aeróbica do idoso. Para o secretário de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Marcus Vinícius, muitas pessoas não teriam condições de pagar pelo serviço que o Estado disponibiliza.

– Estamos dando condicionamento para estes idosos e, principalmente, retirando estas pessoas dos postos de saúde. Isso é o Estado investindo na prevenção – afirmou o secretário.

Em cada academia, há cinco profissionais para ajudar os idosos: professor de educação física, nutricionista, fisioterapeuta, técnico de enfermagem e uma pessoa de apoio. As aulas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 7h às 10h e das 16h às 19h. Cada academia terá duas turmas por hora, com 20 alunos cada. No total, são 12 turmas por dia.

O idoso que quiser se cadastrar no projeto deve procurar o professor de educação física da academia durante o horário das atividades. É necessário ter atestado médico. No total, são 240 vagas por academia e o limite de cadastro será de até 360 idosos. Nesta quarta-feira, às 9h30, a unidade de Queimados será inaugurada e, na quinta-feira, a de Tanguá.

As Academias da Terceira Idade e Academias Cariocas promovem atividades físicas, ações educativas e hábitos saudáveis, ajudando a população da melhor idade a conservar o bem-estar físico, mental e social.

Espalhadas por toda a cidade, as Academias da Terceira Idade (ATIs) têm cerca de 45 mil idosos inscrito, 70% do sexo feminino.  O projeto da Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida (SESQV) já funciona em 130 diferentes locais, proporcionando à população os benefícios da prática de atividade física com regularidade e sob orientação profissional. 
 
A prática de exercícios físicos ao ar livre, em aparelhos de ginástica, já virou hábito de muitos idosos que jamais se imaginavam frequentando uma academia, como a aposentada Hester Bokehi, 72 anos, que frequenta a ATI da Praça Xavier de Brito, na Tijuca:
 
- Nunca pensei que fosse fazer academia na vida e nunca tinha utilizado esses aparelhos de musculação. Mas eles são ótimos. Aqui, além de fazer amizades, a gente melhora todo o nosso corpo. É muito melhor do que ficar parado. 
 
 
Com 83 anos, o aposentado Francisco Abdala frequenta há seis meses a ATI tijucana e comemora a nova vida, com mais saúde e menos dores:   
 
- O projeto mudou a minha vida. Tenho um problema grave na coluna e não sinto mais dores. Venho à  academia diariamente e tem sido uma ótima ajuda para conservar a minha saúde. Estou muito feliz.
 
 
Instalado em 2009 - inicialmente na Praça Serzedelo Correia, em Copacabana - o projeto promove a atividade física utilizando aparelhos de ginástica específicos para a prática de treino de força e aeróbico, preferencialmente para idosos, em espaços públicos como praças e parques. 
 
Segundo o coordenador das ATIs, Sérgio Bernardo da Silva, a ideia do projeto é desenvolver a autonomia funcional dos idosos para que eles fiquem mais independentes:
 
- Os exercícios são focados para determinadas carências de mobilidade ou de gestos, coisas que você faz no dia a dia, como a necessidade de se abaixar para pegar alguma coisa. O interessante é que os exercícios não oferecem nenhum impacto a nenhuma articulação. No lado social, os idosos se integram muito. Isso faz com que eles saiam cada vez mais do sedentarismo e diminui seu grau de depressão.
 
As atividades das ATIs são realizadas de segunda a sexta-feira, em dois períodos: de 7h às 10h e de 16h às 19h. Em toda unidade os usuários são acompanhados diariamente por uma equipe composta de professores de Educação Física, técnicos de enfermagem e profissionais de apoio.
 
Para participar do projeto é necessário ter idade acima de 40 anos e apresentar documento de identidade e atestado médico. Após o preenchimento da ficha de inscrição, o idoso já poderá iniciar as atividades nos horários do projeto. Veja aqui a relação completa das ATIs.
 
Academia Carioca

Atualmente, mais de 42 mil pessoas participam do Programa Academia Carioca, em 77 unidades. Dessas, mais de 18 mil são idosas – o equivalente a 44% - sendo 79% mulheres e 21% homens. Entre os idosos, 93% são hipertensos; 28% diabéticos e 44% estão acima do peso. No entanto, depois que começaram a participar das atividades físicas e acompanhamento nutricional, 53% emagreceram, 82% passaram a ter a pressão arterial controlada e 84% passaram a controlar também os níveis de glicemia. Além disso, dos 18 mil idosos, mais de 12 mil tomavam medicamentos. No entanto, desde que começaram a fazer parte do programa, 10,1% deixaram de precisar dos remédios. Além disso, 68% diminuíram a dosagem e 56% a frequência.
Mas os benefícios para os idosos não param por aí: 88% dos participantes também relataram sentir menos dor no corpo, 90% se sentem mais dispostos, 98% aumentaram o convívio social e 92% melhoraram a qualidade do sono.
Para fazer parte do programa Academia Carioca, basta procurar a unidade de saúde mais próxima da residência e ter indicação médica. As academias são equipadas com dez aparelhos, que visam à melhoria da capacidade muscular e aeróbia. Os exercícios são de fácil execução e podem ser praticados por diferentes faixas etárias e por grupos especiais.

Prefeitura-rj
Autor: Anna Beatriz Cunha
Fotos: Ricardo Cassiano

Nenhum comentário:

...

...

...