Noticias

27 de out de 2013

Nova estação das barcas em Niteroi


Capacidade dobrada e embarque mais rápido são os principais benefícios para os usuários da linha Rio-Niterói


O Governo do Estado e a CCR Barcas inauguraram neste sábado (26/10) a primeira fase da Estação Praça Arariboia, em Niterói. As novas instalações vão proporcionar mais conforto aos usuários e agilizar o serviço de entrada de passageiros.
O espaço com ar-condicionado e 24 modernas roletas com leitura de cartão magnético atenderá a 4 mil usuários, o dobro da capacidade atual da estação, que comporta duas mil pessoas. Um sistema de monitoramento, composto por 18 câmeras conectadas ao Centro de Controle Operacional da concessionária, foi instalado na estação, que inicia seu funcionamento hoje. A área foi readquirida pela Secretaria de Transportes e cedida à CCR para ampliação do terminal.


A segunda fase da Estação Arariboia deve ser entregue ainda no primeiro semestre de 2014. A estação que funciona ao lado do novo espaço inaugurado neste sábado será interditada ainda este mês para o início das intervenções que vão permitir a ampliação da capacidade total da área para 8 mil passageiros.

– Esta é uma estação de primeiro mundo que não fica a dever a qualquer outra estação hidroviária no mundo – explicou o secretário de Transportes, Julio Lopes.

Com áreas de saída mais amplas para tornar o processo de embarque e desembarque mais ágil e confortável para os passageiros, a nova Estação Praça Arariboia é considerada pelo presidente da CCR Barcas, Marcio Roberto de Morais, o passo definitivo para a mudança de patamar da prestação do serviço.

– Desde o início, temos o compromisso estabelecido com o Governo do Rio de mudar este transporte público. Este é um espaço que abriga duas vezes mais passageiros do que a estação atual. Além disso, oferece ar-condicionado e conta com câmeras para a segurança do usuário – disse o presidente das Barcas.
Para a usuária Roseli Silva de Oliveira, de 41 anos, a inauguração da primeira fase da estação será fundamental para que o atendimento aos passageiros melhore.

– Teremos mais conforto. A estação atual não tem ar-condicionado, por exemplo – disse Roseli.

O aposentado Luis Antônio Vigo, de 57 anos, utiliza o serviço de duas a três vezes por semana. Ele comemorou a iniciativa.

– Qualquer melhoria é muito bem vinda. Aguardávamos ansiosos o início do funcionamento da estação – afirmou Luis.



Sete novas embarcações para o trecho Rio-Niterói

O Governo do Estado já adquiriu sete novos catamarãs, com 2 mil lugares, que estão sendo fabricados na China e servirão aos usuários da linha Rio-Niterói. As embarcações vão dobrar a capacidade de transporte no trecho para 24 mil lugares no horário de pico.
 

– Em novembro, uma equipe da Secretaria de Transportes vai à China acompanhar o processo de montagem das embarcações de 2 mil lugares. Os investimentos em estações também são prioridade do Governo do Estado. Exigimos em contrato as modernizações, que estão sendo realizadas pela concessionária dentro do cronograma estabelecido – disse Julio Lopes.

Outras duas barcas com 500 assentos, que estão sendo fabricadas no Ceará, também foram compradas para atender à demanda de passageiros nos trechos Mangaratiba-Ilha Grande e Angra dos Reis-Ilha Grande. Foram investidos R$ 273 milhões na aquisição do total de embarcações.


gov -rj
Texto: Julia de Brito - Fotos: Marcelo Horn

Nenhum comentário:

...

...

...