Noticias

8 de nov de 2013

OBRAS DO SISTEMA DO BONDE DE SANTA TERESA COMEÇAM





A nova fase de reestruturação do sistema de bondes de Santa Teresa começa na próxima segunda-feira (11/11). Ao todo, serão investidos pelo Governo do Estado R$ 110 milhões. Inicialmente, cerca de 10 quilômetros de trilhos serão substituídos pelos modelos originais, assim como a rede aérea. A primeira parte das obras, que vai dos Arcos até a Praça Odylo Costa Neto, será finalizada até março de 2014. Já o trecho entre a praça e o Dois Irmãos ficará pronto até junho do ano que vem. O espaço até o Silvestre, desativado desde a década de 1990, será entregue no segundo semestre de 2014. A previsão é de que os bondes voltem a circular no mês de junho, para a Copa do Mundo.


Os trilhos antigos serão substituídos por um modelo de trilhos duplos, que é o original do sistema. Eles são adequados para o sistema de bondes e para a topografia de Santa Teresa. De acordo com o subsecretário de projetos especiais da Casa Civil, Rodrigo Vieira, o novo sistema de bondes vai de encontro ao que a sociedade quer. Dos R$ 110 milhões, cerca de R$ 60 milhões são destinados às obras, R$ 40 milhões para a aquisição dos 14 novos bondes e R$ 10 milhões para a reforma das paradas e da oficina.

As obras começam pela rua Joaquim Murtinho, que será interditada na segunda-feira, e ficará restrita ao tráfego de veículos por 120 dias entre os Arcos da Lapa e a rua Francisco Muratori. O trecho final da Fransciso Muratori também será interditado entre as ruas Silvio Romero e Joaquim Murtinho. Para a realização das obras, o Governo do Estado, junto com a Prefeitura do Rio, Secretaria Municipal de Transportes e CET-Rio, definiram uma série de alterações viárias para minimizar os impactos na vida do bairro.

As ruas de Santa Teresa já começaram a receber as faixas com informações de trânsito, cartazes informativos sobre as novas rotas dos ônibus, além de adesivos dentro dos coletivos explicando os pontos de interdição. Cerca de 30 profissionais da CET-Rio ficarão nos locais onde as alterações vão ocorrer. O canteiro de obras vai ocupar uma extensão de 400 metros em uma faixa de rolamento. Neste período de interdição, será permitido o acesso controlado na outra faixa para veículos de emergência e os que transportam pessoas com necessidades especiais. As calçadas ficarão livres para a circulação dos moradores e será oferecido um meio de transporte coletivo para as áreas afetadas.

Confira as ruas que terão o sentido alterado:


- Rua Monte Alegre, no trecho entre a Rua do Riachuelo e a Rua Paschoal Magno, funcionará no regime de mão única no sentido Santa Teresa;
- Rua Hermenegildo de Barros, entre a Ladeira de Santa Teresa e a rua Cândido Mendes, funcionará no regime de mão única no sentido rua Cândido Mendes;
- Rua Bernadino dos Santos funcionará no regime de mão única no sentido Cândido Mendes.

Mudança no itinerário das linhas e pontos de ônibus:

Com a interdição da rua Joaquim Murtinho, o novo itinerário das linhas circulares 006 – Silvestre X Castelo; SN006 – Santa Teresa X Castelo; SE006 Silvestre X Castelo; 007 Silvestre X Central; 014 Paula Matos X Castelo será alterado.
Novos pontos de ônibus:

Subida para Santa Teresa:

Rua Monte Alegre, em frente ao Hotel Monte Alegre, próximo ao número 76, 198, em frente à Igreja Ortodoxa Russa e do lado oposto ao número 277.

Descida de Santa Teresa:

Rua Dias Barros em frente aos números 39 e 187. Rua Hermenegildo de Barros em frente aos números 130, 57 e 21. Rua Cândido Mendes em frente ao número 89.

As linhas 006, SN006, SE006, 007, 014, SE014 passam a parar nos pontos já existentes das ruas:

- Avenida Men de Sá no sentido Santa Teresa;
- Rua Tadeu Kosciusko;
- Avenida Augusto Severo;
- Rua Teixeira de Freitas.

Bondes voltam a circular em junho de 2014, para a Copa do Mundo

gov-rj
Suzane Lima
 

Nenhum comentário:

...

...

...