Noticias

6 de abr de 2014

Via Light início das obras de complementação

Intervenções permitirão a ligação de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, à Avenida Brasil.O Governo do Estado, em parceria com a União, autorizou neste sábado (5/4) o início das obras de complementação da Via Light.


As intervenções, que começam nos próximos dias, permitirão a ligação do centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, à Avenida Brasil, na altura de Guadalupe, na Zona Norte do Rio. O novo corredor expresso vai melhorar a mobilidade entre várias cidades do Grande Rio. A previsão é de que as obras sejam entregues no primeiro semestre de 2016.

Orçada em R$ 464 milhões, a complementação será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Obras. A obra inclui cerca de quatro quilômetros, que vai da Estrada do Rio do Pau até a Avenida Brasil. O trecho terá dois túneis, com uma faixa exclusiva para o BRT – projeto da Prefeitura do Rio de corredores expressos exclusivos para ônibus articulados – e doze viadutos em pontos chaves do traçado, atendendo aos principais bairros de sua área de abrangência. A interseção com a Avenida Brasil será um viaduto com seis faixas de rolamento em estrutura metálica, com a utilização de metodologia de lançamento inovadora.


Na cerimônia, o governador Luiz Fernando Pezão, ao lado do prefeito do Rio, Eduardo Paes, enfatizou a parceria com a Caixa Economia Federal e a União, que repassou R$ 15 bilhões em investimentos em obras no Estado, entre elas o projeto de complementação da Via Light.


– Tirar este projeto do papel foi muito difícil. O projeto não é de simples execução. Vamos abrir dois túneis modernos e construir 12 viadutos. É uma obra difícil – explicou o governador.


Pezão lembrou ainda a importância da construção de corredores expressos de ônibus para melhorar a mobilidade e qualidade de vida dos trabalhadores, principalmente.
 

– Vamos estudar também a implantação de ciclovias nos fins de semana para aproveitar esta integração – disse o governador.

O prefeito Eduardo Paes exaltou a importância da intervenção para dar mais qualidade de vida aos moradores da Baixada.


– Hoje, o Governo do Estado está aproximando a Baixada Fluminense da cidade do Rio. Está permitindo que os moradores que se deslocam nesta região, façam isso com conforto, qualidade e segurança – afirmou o prefeito.

O secretário de Obras, Hudson Braga, apresentou o projeto de prolongamento da Via Light ao público e às autoridades. Ele destacou a importância da integração do projeto ao sistema dos BRTs.

– A integração da Via Light com o BRT vai facilitar ainda mais a mobilidade das pessoas – disse o secretário.
 


Alça de acesso
 

Está prevista ainda a construção de alça de acesso à Via Light da Avenida Crisóstomo Pimentel e da Rua Javatá e saídas e entradas nos dois sentidos para a Estrada do Camboatá e para a Avenida Brasil, além de implantação de sinalização e iluminação.
 

Atualmente, a Via Light possui 10,65 quilômetros de extensão e onze passarelas. Inaugurada em 1998, a rodovia foi projetada com o objetivo de ser uma alternativa à Via Dutra, com grande capacidade de tráfego, integrando os municípios de Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, São João de Meriti e Rio. Porém, devido à falta de conexão com as principais rodovias da região, a via hoje se encontra subutilizada.
 

A implementação da nova via facilitará ainda a conexão da Barra da Tijuca, de Madureira e de outros bairros do subúrbio carioca ao Arco Metropolitano. No futuro, ela vai até o centro do bairro carioca de Madureira.



 gov - rj
 Isabel de Araujo // Fotos: Eny Miranda

Nenhum comentário:

...

...

...