Noticias

10 de mai de 2014

Galeão ganha novas áreas de desembarque





O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro ganhou novas áreas no desembarque internacional (Terminal 2) e no doméstico (Terminal 1). Com investimento total de R$ 354,75 milhões, a reforma dos terminais vai ampliar a capacidade do aeroporto de 17,4 milhões de passageiros por ano para 30,8 milhões.
A nova área no desembarque internacional recebeu quatro novas esteiras com modernos sistemas de transporte de bagagens, que irão duplicar a capacidade de restituição para os passageiros. Além disso, a estrutura conta com banheiros, bebedouros e monitores para a informação dos voos.
Já no terminal de passageiros 1, o Setor A recebeu o novo desembarque doméstico. O espaço foi totalmente reformado e conta, atualmente, com  ampla área  de circulação e quatro novas escadas rolantes. No início de março, a Infraero reabriu no  Galeão a área pública do desembarque que havia passado por reformas, e entregou cinco esteiras de restituição de bagagens com novos sistemas.
“Com a conclusão dos trabalhos no terminal 2, ampliamos a capacidade em mais treze milhões de passageiros ao ano”, disse o presidente da Infraero, Gustavo do Vale. “Os grandes eventos não são novidade para os aeroportos do Rio de Janeiro. Começou com o Pan-Americano de 2007, seguiu com os Jogos Mundiais Militares em 2011, e no ano passado, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude. Este último evento fez com que, em apenas um dia, lotássemos dois Maracanãs nos aeroportos do Galeão e Santos Dumont. Os terminais foram bem avaliados e asseguro que estarão prontos para atender toda a demanda prevista para a Copa do Mundo”, acrescentou.

Santos Dumont

No Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, a Infraero entregou a terceira fase da obra de reconstrução do pátio de aeronaves. Esta etapa abrange uma área de 8,08 mil m², que recebeu um novo sistema de drenagem, reforço e regularização da base, placas de concreto, selagem de juntas e pintura de sinalização horizontal. Com a conclusão das três primeiras fases, as obras finalizadas já englobam 30,04 mil m², onde se encontram duas posições remotas e cinco pontes de embarque.
Orçada em R$ 32,8 milhões, a obra abrange uma área total de 71,24 mil m², com prazo de conclusão em julho de 2015. Os trabalhos vão adequar o pátio de manobras às características das aeronaves que operam no aeroporto. Para não interferir nas operações, a obra foi dividida em dez fases.
A quarta fase, que abrange uma área de 7,59 mil  m², foi dividida em duas partes: a primeira (3,79 mil m²) encontra-se na etapa final, com previsão de conclusão este mês. A segunda tem prazo de entrega para o próximo mês de agosto. Dessa forma, a movimentação de aeronaves não será afetada durante a Copa do Mundo. Destaca-se que o aeroporto Santos Dumont não integra a Matriz de Responsabilidades da Copa 2014, mas, a exemplo de todos os aeroportos da Rede Infraero, tem recebido melhorias.

Informação de chegadas e partidas

Outra melhoria entregue no Santos Dumont foram os dois novos videowalls, equipamentos que exibem informações sobre partidas dos voos, assim como informes institucionais e publicitários. A instalação dos monitores foi feita pela empresa que venceu processo licitatório para exploração comercial. A contrapartida da empresa é a permissão para veicular publicidade nos monitores, gerando receita para a Infraero. Eles se somam a outros dez outros painéis, instalados em locais de grande fluxo de pessoas.

Infraero - portal da copa
9/5/2014

Nenhum comentário:

...

...

...