Noticias

13 de jun de 2014

Arcos da Lapa Revitalizado




Um dos mais imponentes cartões-postais da cidade voltou a brilhar, nesta quarta-feira (11/06), em grande estilo. Após passar por completa revitalização, os Arcos da Lapa receberam uma projeção a laser especial, com a exibição de imagens de pontos turísticos cariocas e da marca comemorativa dos 450 anos do Rio.
A Prefeitura do Rio investiu R$ 1,3 milhão na reforma do monumento, construído há 288 anos, e principal símbolo da arquitetura colonial brasileira, localizado no bairro da Lapa. 
 
— Os Arcos da Lapa são um grande símbolo e uma marca do Rio. Não teria data melhor para entregar essa revitalização do que na véspera da partida de estreia do Brasil na Copa do Mundo. A Lapa tem o mesmo espírito da Copa, a mistura e a confraternização dos povos, das tribos. É um dos monumentos mais visitados na cidade e, diariamente, muitas pessoas passam pelo local e, certamente, identificam-se com ele. Agora cabe ao cidadão se conscientizar e ajudar nesse árduo processo de conservação da obra — disse o secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Marcus Belchior. 
 
Pela primeira vez no Rio, o casal colombiano Ivan Alvarez, 43 anos, e Patricia Ruano, 33, declarou que ficaram encantados com o monumento. Naturais da cidade de Pasto, ao Sul da Colômbia, o casal viajou para ver a seleção de seu país jogar na Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (12/06), eles seguem para Belo Horizonte, onde vão assistir ao jogo contra a Grécia.
 
— Estamos encantados com o monumento que só conhecíamos através da internet. Não sabíamos que o Rio estava prestes a completar 450 anos o que torna essa revitalização ainda mais importante para vocês — disse Alvarez.
 
— Valorizar a cultura e os espaços urbanos é fundamental para qualquer povo. Nós estamos encantados com a cidade, que realmente é muito bonita. Estivemos em Copacabana e decidimos conhecer a Lapa, lugar indicado por amigos colombianos que já estiveram aqui — completou Patricia.
 

Já as amigas Déborah Nogueira, 35, e Kália Freire, 46, vieram de Niterói para assistir a projeção a laser nos Arcos da Lapa. Natural de Vitória, no Espírito Santo, Kália está hospedada na casa da amiga no bairro do Ingá.


— Sem dúvida deu mais vida ao ambiente. Qualquer coisa que se faz aqui na Lapa dá certo porque aqui está sempre fervendo e é uma forma de chamar a atenção da gente para os Arcos — opinou Déborah.


Equipes da Gerência de Monumentos e Chafarizes, da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva), realizaram os serviços de raspagem em trechos danificados, recuperação de argamassas soltas, aplicação de cal e pintura. Técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) acompanharam e aprovaram o trabalho de recuperação do monumento. O aqueduto de 270 metros de comprimento e 18m de altura levou água do Rio Carioca até o chafariz do Largo Carioca e, a partir do século 19, ganhou trilhos para servir de viaduto aos bondinhos até Santa Teresa. 


Outras ações permanentes de órgãos municipais - como o recolhimento da população de rua, combate às irregularidades de ambulantes e apoio à produção cultural - estimulam o turismo e o lazer no tradicional reduto da boemia carioca. Em apoio à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), a Subprefeitura do Centro ajuda no acolhimento da população em situação de rua e mantém operações contínuas no combate à desordem urbana, com apoio da Guarda Municipal e agentes da Secretaria Especial Ordem Pública. Os fiscais conferem regularmente a situação dos ambulantes cadastrados para evitar a comercialização de mercadorias impróprias.

 
Para manter a limpeza na região, agentes do Lixo Zero visitam as ruas da Lapa nos fins de semana, fazendo rondas dos Arcos da Lapa até a Praça Cruz Vermelha, onde técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente analisam o replantio de algumas árvores a pedido dos moradores. Um quiosque com informações turísticas, legado da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), funciona próximo aos Arcos da Lapa para tirar dúvidas de turistas nacionais e estrangeiros. Com relação à produção cultural, o subprefeito Luiz Claudio Gonçalves Vasques disse que três escadarias da Lapa lembram obras de arte ao ar livre.
 
— Recentemente apoiamos moradores e artistas na entrega das escadarias do Bairro de Fátima, pintadas e inauguradas. Dá gosto de ver. Este é o espírito: fazer o morador e todos os que frequentam terem orgulho do Centro da Cidade — explicou o subprefeito. As escadinhas dão acesso à Rua Monte Alegre, à Santinha e ao Bairro de Santa Teresa.
 
O bairro também é pioneiro no armazenamento inteligente do lixo. Ano passado, a instalação da primeira lixeira subterrânea impede que o material descartado seja arrastado pela chuva ou rasgado por animais, além de eliminar o contato com o ambiente. Uma bomba automática direciona o lixo para a rede de esgoto, sem provocar acúmulo e mau cheiro. Localizada entre as ruas Mem de Sá e dos Arcos, na Praça Cardeal Câmara, o novo sistema de coleta alterou a rotina de do sistema de coleta de lixo. A inauguração de dois UFAs — mictórios públicos modernos construídos em aço inox — receberam a aprovação de frequentadores do bairro. O sistema tem ligação direta com a rede de esgoto e uma válvula não permite o retorno do odor às galerias.  
 
OPERAÇÃO LAPA PRESENTE
 
A Operação Lapa Presente (OLP), uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura do Rio, preparou um esquema especial para o período da Copa do Mundo. Mais 30 agentes ajudarão no reforço do policiamento no bairro nos dias de jogos no Maracanã e da Seleção Brasileira. 
 
A ação vai contar com o apoio de agentes bilíngues. Ao todo serão 126 agentes, entre civis, policiais militares, guardas municipais e policiais do Regimento Montado. De domingo a quinta-feira a ação começa às 19h e termina às 3h. Já sexta e sábado, as atividades têm início às 21h e se encerram às 5h. O patrulhamento será feito de bicicleta, a pé e com viaturas.

A OLP vai adotar um esquema semelhante ao do carnaval, com os agentes usando braçadeiras luminosas, rádio transmissor e GPS, que será controlado por uma central de monitoramento. O objetivo é garantir a melhor distribuição dos policiais pela área


Autor: Ricardo Albuquerque / Fotos: Raphael Lima

Nenhum comentário:

...

...

...