Noticias

4 de jul de 2014

Brasil 2 x Colombia 1


A zaga brilhou e a Seleção Brasileira está na semifinal da Copa do Mundo de 2014. Com um gol de cada um dos zagueiros titulares – o primeiro de Thiago Silva e o segundo de David Luiz -, o Brasil venceu a Colômbia por 2 x 1 e agora vai enfrentar a Alemanha na semifinal marcada para o dia 8 de julho, às 17h, no Mineirão, em Belo Horizonte.
A vitória, entretanto, teve um anticlima. O atacante Neymar sofreu uma fratura na terceira vértebra após entrada de Zuniga, no fim da partida, e está fora da Copa. O zagueiro Thiago Silva, que levou um cartão amarelo, cumprirá suspensão na semifinal. Assim, a equipe terá de se desdobrar para superar os problemas diante da Alemanha. 

Em campo, o jogo não foi fácil. Depois de abrir 2 x 0, o Brasil viu a Colômbia diminuir em pênalti cobrado por James Rodríguez, aos 37 minutos do segundo tempo. Os colombianos tentaram pressionar até o fim. O árbitro espanhol Carlos Velasco ainda deu cinco minutos de acréscimos na segunda etapa, o que ampliou o sofrimento da torcida. Mas a vitória não apenas garantiu a vaga nas semifinais, como também coroou o grande apoio dos brasileiros em Fortaleza, que lotaram o Castelão – o público foi de 60.342 pessoas - e apoiaram o Brasil do início ao fim.

“No primeiro tempo a gente mereceu o 1 x 0 e até mais. No segundo tempo, a gente começou bem e num descuido tomamos um gol de pênalti. A Colômbia cresceu um pouco, mas a gente soube controlar e ganhar o jogo. Hoje o toque de bola foi bem melhor, a gente criou bastante, o time todo jogou bem. Lógico que temos que melhorar bastante ainda, temos um grande adversário que é a Alemanha, mas nosso time é muito bom também, individualmente e coletivamente e vamos fazer de tudo para ganhar essa Copa”, disse o meia Oscar após a partida.

Autor do primeiro gol, Thiago Silva aproveitou para desabafar por ter sido criticado após chorar nas oitavas de final. “Eu não via a hora de começar esse jogo. As pessoas falam muito em emoção, mas de repente quem não se emociona não cumpre seu papel em campo. Tanto o Ayrton Senna quanto o Oscar Schmidt e atletas de outros esportes se entregavam de corpo e alma e o choro era por isso, e eu não sou diferente. Eu também me entrego de corpo e alma”, afirmou, lembrando dos ídolos do automobilismo e basquete.

Como tomou o segundo cartão amarelo, o capitão da Seleção Brasileira não vai poder enfrentar a Alemanha. “Sei que tanto o Dante quanto o Henrique têm condições de jogar bem e suprir minha ausência”, disse, se referindo aos zagueiros reservas do Brasil.




O jogo

O Brasil teve duas mudanças em relação ao time que despachou o Chile nas oitavas de final. O volante Luiz Gustavo, suspenso, deu lugar a Paulinho. O técnico Luiz Felipe Scolari ainda optou por Maicon na lateral-direita, em substituição a Daniel Alves.

Assim, a Seleção Brasileira entrou em campo com Julio César; Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Oscar; Neymar, Hulk e Fred. A escalação da Colômbia foi Ospina; Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero; Cuadrado, Guarín, Sánchez, Ibarbo e James Rodríguez; Teo Gutiérrez.

Desde o começo da partida, o Brasil mostrou vontade e foi para cima dos colombianos. Aos 4 minutos de jogo, Neymar cobrou uma falta de longe, mas mandou para fora. Dois minutos depois, o camisa 10 do Brasil cobrou escanteio e encontrou Thiago Silva, que de coxa esquerda mandou para as redes, abrindo o placar e incendiando o Castelão.

Com maior posse de bola, o Brasil controlou a partida na primeira etapa e teve mais chances de gol, principalmente com Hulk, que chutou três vezes para o gol, mas viu o goleiro colombiano Ospina defender duas e a outra bola sair para a linha de fundo.




Segundo tempo


A Seleção Brasileira teve mais dificuldades para jogar na segunda etapa. Quem primeiro assustou foi a Colômbia, após boa jogada aos 13 minutos, que terminou com um chute de Guarín para fora. Minutos depois, Thiago Silva levou cartão amarelo por retardar uma reposição de bola do goleiro Ospina. A punição o tirou da semifinal.

Quando a Colômbia tentava pressionar, David Luiz cobrou uma falta da entrada da área com perfeição e ampliou o placar a favor do Brasil: 2 x 0. Cinco minutos depois, aos 27 minutos, Neymar teve mais uma chance e bateu colocado, mas a bola saiu.

Aos 32, James Rodríguez acertou belo passe para Bacca, que havia entrado no segundo tempo, e o atacante acabou sendo derrubado por Julio César, que tomou cartão amarelo. Na cobrança do pênalti, James Rodriguez diminuiu o placar e chegou ao sexto gol na Copa do Mundo, no topo da artilharia do torneio.

Com o gol, a Colômbia cresceu. Felipão então substituiu Hulk por Ramires. Depois, o técnico tirou Paulinho para a entrada do também volante Hernanes.

Nos minutos finais, Neymar tomou uma joelhada nas costas e precisou sair. O zagueiro Henrique entrou e ajudou a Seleção Brasileira a segurar o placar até o fim do jogo. O atacante brasileiro foi levado diretamente a um hospital para a realização de exames e foi constatada uma fratura em uma vértebra. O jogador está fora do Mundial.

Portal da Copa
Fotos: Danilo Borges

Nenhum comentário:

...

...

...