Noticias

22 de jul de 2014

Postos de salvamento ganham pinturas em grafite




Os postos de salvamento das praias cariocas estão mais coloridos. Uma parceria entre a Prefeitura do Rio e a Orla Rio Concessionária revitalizou a base dos postos de São Conrado ao Arpoador, com pinturas em grafite que remetem à cultura carioca.
Esta primeira fase contemplou cinco postos (7, 8, 9, 12 e 13), sem descaracterizar o padrão das construções, que servem de referência de localização para turistas e cariocas. No total, o programa coordenado pelo Instituto EixoRio vai abranger 15 postos de salvamento entre o Arpoador e o Recreio dos Bandeirantes. A ação integra o GaleRio, plataforma de arte e cultura do EixoRio, que transformará os 40 km de muros da linha 2 do metrô na maior galeria de arte urbana a céu aberto do mundo.


 — Depois de colorir os muros de quatro estações do metrô na Zona Norte, o GaleRio chega à Zona Sul trazendo a oportunidade de transversalizar a cultura urbana, provocando uma conexão artística com os novos eixos criativos da cidade — explica a coordenadora do GaleRio, Cristine Levinspuhl.

Nos postos, inúmeros desenhos multicoloridos exibem a sinuosidade das ondas, rostos de pessoas com acessórios praianos, coqueiros, cangas e outros detalhes ligados à praia. A nova aquarela de cores das bases dos postos fortalece ainda a cultura do grafite, criando um padrão de cores sinuosas para dar mais alegria ao ambiente em tons de azul, verde e amarelo.




— Em cada posto haverá referências aos respectivos bairros. Em São Conrado, estarão presentes a asa delta, a Pedra da Gávea e os jovens da Rocinha; em Ipanema e Leblon, o coqueiro e referências de estampas de cangas que colorem as areias das praias cariocas — explicou Fábio Ema, coordenador do projeto.


O vice-presidente da Orla Rio, João Marcello Barreto, garante que o aspecto multicultural da praia abre espaço para este tipo de iniciativa.

— A praia é um espaço democrático, onde todos se encontram. Com esse projeto levamos a arte do grafite para as areias integrando as tribos urbanas — disse João Marcello Barreto.


GaleRio

O GaleRio é a plataforma de arte do Instituto EixoRio - núcleo de articulação urbana da Prefeitura do Rio de janeiro - e será a maior galeria de arte urbana a céu aberto do mundo. Até 2016, os muros que margeiam os 40,4 quilômetros da Linha 2 do Metrô e permeiam 15 bairros da Zona Norte, de São Cristóvão à Pavuna, serão tomados por painéis elaborados por mais de 100 grafiteiros. A primeira fase, finalizada no início de maio, contemplou quatro estações: Del Castilho, Inhaúma, Colégio/Coelho Neto e Triagem. Em cada uma delas, uma referência ou tema relativo ao bairro serviu de inspiração para a arte. O GaleRio teve início em 27 de março, quando a cidade comemorou o Dia do Grafite, oficializado no decreto Graffiti Rio, elaborado pelos próprios grafiteiros em articulação com o EixoRio e assinado pelo prefeito Eduardo Paes em fevereiro. A data foi comemorada na estação de metrô Inhaúma.

Autor: Ricardo Albuquerque /Fotos: Raphael Lima


Nenhum comentário:

...

...

...