Noticias

16 de set de 2014

Rio Info 2014 Prefeitura participa


A Prefeitura do Rio, através da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (SECT), participa, pelo quarto ano consecutivo, da 12ª edição da Rio Info, no Hotel Royal Tulip, em São Conrado.
O evento reúne, desta segunda (15/09) até quarta-feira (17/09), representantes de 19 estados e 11 países,que vão debater e trocar experiências sobre o mundo virtual. A SECT promove o debate 'Rio Cidade Inteligente, Fronteiras Tecnológicas e as Novas Temáticas'


Nesta quarta-feira (17/09), a partir das 9h, na Sala Topázio, o secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho, vai coordenar um dia todo de debates, iniciando com ele próprio desenvolvendo o tema "Rio Cidade Inteligente, Fronteiras Tecnológicas e as Novas Temáticas", tendo como referência como o Rio de Janeiro tem se constituído num laboratório urbano e numa referência internacional de inovação tecnológica integrada a gestão urbana e a melhoria de vida dos cidadãos.



Em seguida, o tema sobre os 450 anos da cidade, a ser comemorado em 2015, não poderia ficar de fora. Marcelo Calero, presidente do Comitê Rio 450, vai abordar o assunto no painel "Rio 450: da Economia Colonial à Sociedade do Conhecimento: um Caminho de Oportunidades". Um debate histórico, na medida em que o período de transição para o Rio Século XXI é completamente diferente nas transições da cidade comercial para industrial e da expansão metropolitana no processo de intensificação da substituição das importações.


No segundo painel, será a vez do diretor do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro (Sebrae/RJ), Armando Clemente, falar sobre "Os Agentes Locais de Inovação e a Realidade das Pequenas Empresas na Cidade do Rio de Janeiro", ação que está beneficiando cerca de cinco mil pequenos empresários na cidade, com destaque para as zonas Norte e Oeste. Um estudo aplicado a partir de uma análise georeferenciada e de cadeias produtivas permite um diagnóstico do grau de inovação das pequenas empresas no Rio de janeiro.


Abrindo o debate sobre novas fronteiras tecnológicas e cidades inteligentes, será explorado o tema da utilização de software livre no modelo de gestão de cidades do século XXI. O professor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Luiz Manoel Silva Figueiredo, falará sobre "Cidades Inteligentes e Software Livre".


No painel seguinte, o Presidente do IplanRio, Ricardo Oliveira, fará uma exposição sobre "Gestão Urbana, Sistema de Informação e Dados Abertos", descrevendo os caminhos que a Prefeitura do Rio de Janeiro tem percorrido nesta área de gestão pública.


Procurando trabalhar fronteiras do conhecimento na gestão urbana, Tereza Lobo, da Secretaria Executiva do "Rio Como Vamos", vai desenvolver o tema sobre "Gestão Urbana e Indicadores de Cidades Inteligentes".


Para encerrar esta primeira parte do seminário, o presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RJ), Márcio Lacs, trabalha os caminhos construídos de um "Ecosistema de Inovação e Startups Sociais", com foco na formação de desenvolvedores e numa ambiência de startups sociais..


O período da tarde ficou reservado para a discussão do que está acontecendo no Rio na área de pesquisa de Big Data Urbano. Será explorado a utilização de novas tecnologias no processamento de dados de alta escalabilidade e que permitam a análise de forma eficiente na implementação de cidades inteligentes.


O painel é aberto com o tema "Plataforma de Serviços em Nuvem para Cidades Inteligentes". Karin Breitman, diretora do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Big Data no Brasil da EMC, falará sobre os objetos de pesquisa e o projeto de Big Data Urbano presente no convênio assinado com a prefeitura.


"Big Data, Desenvolvimentos Teóricos e Descoberta de Conhecimento em Sistemas Urbanos". Este será o tema abordado pelo professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Nelson Francisco Favilla Ebecken, especialista em Ciência da Computação e Engenharia de Petróleo. Considerando que o uso de Big Data para análise urbana é bastante recente, será lançado o desafio de trabalhar idéias e projetos que não dispõem ainda de resultados definitivos e como essas idéias podem evoluir e as necessidades de investigação.


Em seguida, o diretor de Informações da Cidade do Instituto Pereira Passos (IPP), Luiz Roberto Aroeira, trabalhará os caminhos e desafios que a prefeitura tem percorrido e enfrentado na "Gestão de Informação Urbana, Informação em Tempo Real e Big Data".

Na segunda metade da tarde, o professor da Fundação Getúlio Vargas, Alexandre Evsukoff abordará o tema "Medição de Big Data Urbano, Análise e Questões Metodológicas" na medida em que Big Data Urbano incluem texto altamente desestruturado, vídeo, imagens fixas ou dados baseados na web, além de grandes conjuntos de dados estruturados que podem ajudar a discernir padrões de dinâmica e crescimento urbano, além de processos de monitoramento em uma ampla variedade de setores urbanos, fontes administrativas do governo, desenhos de modelos de planejamento urbano.

Logo depois, Pablo Cerdeira, do Grupo Pensa, falará sobre "Big Data e Gestão da Informação: Os caminhos institucionais". Formado por profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), o Pensa foi criado este ano pelo prefeito Eduardo Paes como forma de otimizar a grande quantidade de informações produzidas no cotidiano da máquina administrativa.

No mesmo dia, a SECT participa ainda do painel "TI na Educação", que se desenvolverá na Sala Ônix, onde o subsecretário de C & T, Carlos Antônio da Silva, e a assessora especial, Maria Helena Cautiero Horta Jardim, falarão sobre formação de novos talentos em TI e sobre a sala de aula invertida, conceito adotado nas Naves do Conhecimento, espaços digitais comunitários construídos em 8 bairros da cidade.


A proposta do painel"TI Educação" é repensar o segmento no novo Milênio, à luz do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação como forma de impulsionar e potencializar o processo educacional através de novas técnicas e ferramentas digitais. A demanda por profissionais qualificados para trabalhar com software é cada vez maior em todo o mundo. No Brasil não é diferente e a falta de talentos já compromete a capacidade de expansão das empresas aqui situadas.

Este ano, todas as atividades da Rio Info estão vinculadas a quatro trilhas de trabalho: Inovação, Negócios, Aplicações Avançadas e Tecnologia. A abertura e parte das atividades serão transmitidas ao vivo no canal http://tirio.tv/.

Nos três dias de duração, o Rio Info 2014 contará com reuniões das principais entidades brasileiras de TI, como a Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo), a Associação Brasileira das Empresas de Software (Assespro), o Conselho Administrativo da Softex, o Fórum de Agentes do Sistema Softex e Gestores dos APLs dos Sebraes estaduais, que debaterão a realidade do setor e apontarão soluções.

Estão no foco das discussões do evento temas como a neutralidade da rede, armazenamento de dados, mudança na forma de governança e de gerenciamento (com a proposta do IPV6), que demandam atenção dos governantes e grandes corporações, além da questão dos direitos autorais.

O Rio Info 2014 reúne mais de 120 palestrantes, empresas de 19 estados brasileiros e de onze países das Américas e Europa. Nele, acontecem entre outros o "Dev Brasil"; a Copa Rio Info de Algoritmo (Cria), o "Encontro de Marketing e Comercialização", o "Salão da Inovação", o "War Games"; o "Sebrae no Pódio" e uma "Rodada Internacional de Negócios", além de encontros temáticos sobre petróleo, esportes e defesa.


O Rio Info é realizado pela Riosoft, Ti Rio e Assespro, com o apoio da Prefeitura do Rio, do Sebrae/RJ, ACRJ, Fenainfo, Faperj, Proderj, , CDL Rio, CGI.br, Brasil IT, Apex Brasil, Softex e BNDES. Na edição anterior reuniu cerca de 2.000 pessoas que participaram de mais de 80 diferentes atividades. Somente na Rodada de Negócios foram 173 empresas, 88 do Brasil e 85 estrangeiras. O balanço final registrou a expectativa de geração de negócios no período de 12 meses, de R$ 27 milhões.

Programação na  quarta-feira 17/09/2014

Sala Topázio
Coordenação: Franklin Dias Coelho
9 às 9h15:
Tema de abertura: Rio Cidade Inteligente, Fronteiras Tecnológicas e as Novas Temáticas.
Palestrante: Franklin Dias Coelho (Secretário de Ciência e Tecnologia da Cidade do Rio de Janeiro).

9h15 às 9h45:
Tema: Rio 450: da Economia Colonial à Sociedade do Conhecimento: um Caminho de Oportunidades.
Palestrante: Marcelo Calero (Presidente do Comitê Rio 450).

9h45 às 10h15:
Tema: Agentes Locais de Inovação e a Realidade das Pequenas Empresas na Cidade do Rio de Janeiro.
Palestrante: Armando Clemente (diretor de Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro - Sebrae).

10h15 às 11h:
Tema: Cidades Inteligentes e Software Livre.
Palestrante: Luiz Manoel Silva Figueiredo (Professor da Universidade Federal Fluminense - UFF).

11h às 11h30:
Tema: Gestão Urbana, Sistema de Informação e Dados Abertos.
Palestrante: Ricardo Oliveira (presidente do IplanRio).

11h30 às 12h:
Tema: Gestão Urbana e Indicadores de Cidades Inteligentes.
Palestrante: Tereza Lobo (Secretaria Executiva do Rio Como Vamos).

12h às 12h30:
Tema: Ecosistema de Inovação, Apps e Startups Sociais.
Palestrante: Marcio Lacs (presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação -Assespro-RJ).

12h30 às 14h: Almoço.

14 às 14h30:
Tema: Plataforma de Serviços em Nuvem para Cidades Inteligentes.
Palestrante: Karin Breitman (Diretora do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Big Data no Brasil, EMC).

14h30 às 15h:
Tema: Big Data, Desenvolvimentos Teóricos e Descoberta de Conhecimento em Sistemas Urbanos.
Palestrante: Nelson Francisco Favilla Ebecken (Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ)

15 às 15h30:
Tema: Gestão de Informação Urbana, Informação em Tempo Real e Big Data.
Palestrante: Luiz Roberto Aroeira (Diretor de Informações da Cidade – Instituto Pereira Passos - IPP).

15h30 às 15h45: Intervalo

15h45 às 16h15:
Tema: Medição de Big Data Urbano, Análise e Questões Metodológicas.
Palestrante: Alexandre Gonçalves Evsukoff (Professor da Fundação Getúlio Vargas – FGV).

16h15 às 17h:
Tema: Big Data e Gestão da Informação: Os Caminhos Institucionais.
Palestrante: Pablo Cerdeira (Grupo Pensa).

10h às 12h30: Sala Ônix
Tema: Formação de Novos Talentos em TI.
Palestrantes: André Antunes (Instituto Infnet); Carlos Antônio da Silva (Secretaria de C&T da PCRJ); Henrique Andrade (Wikimedia); Paulo Milet (Eschola.com) eVirgínia Duarte (Softex).
Coordenação: Marcio Girão (Fenainfo).
15h às 15h30:
Tema: A Nova Sala de Aula: Interativa, Invertida, Inviável?
Palestrante: Maria Helena Cautiero Horta Jardim (Assessora especial da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro). 

Nenhum comentário:

...

...

...