Noticias

26 de nov de 2014

Novas barracas da feira nortuna de Copacabana


Uma das maiores exposições ao ar livre da cidade, a Feira Noturna de Copacabana, que mistura arte e artesanato desde os anos 80, ganhará cara nova a partir desta quarta-feira (26/11). Pela primeira vez, as barracas serão padronizadas, os barraqueiros trabalharão uniformizados e a logística de montagem e desmontagem das estruturas passará a ser de responsabilidade da Prefeitura do Rio.

 
A ação de reordenamento do espaço público é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva), com o apoio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), CET-Rio e Subprefeitura da Zona Sul. Assim como já é feito atualmente, a Seop continuará responsável pelo cadastramento e fiscalização das matrículas dos feirantes, além do ordenamento urbano. Com aproximadamente 200 barracas, a feira é tombada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro como bem de natureza imaterial da cidade.
  
 
- Com essa transformação e padronização da feira conseguiremos eliminar uma bagunça diária que ocorre ali. Os barraqueiros não chegam ao mesmo tempo e não existe qualquer padrão na montagem das barracas. Estamos agindo de maneira pioneira. Se aprovado, o sistema pode ser levado a outras feiras municipais - explicou o secretário de Conservação e Serviços Públicos, Marcus Belchior.

 
A feira - que vende, entre outros, souvenires do Rio, vestuário, bolsas e artesanato em pedras, couro e madeira - acontece de segunda-feira a sábado, das 18h à 01h, e excepcionalmente em alguns domingos, no calçadão central da Avenida Atlântica, entre as ruas Miguel Lemos e Almirante Gonçalves.

 
O novo conceito da feira trará barracas projetadas pelo arquiteto e urbanista Jaime Lerner, que utilizou como fonte de inspiração as gaivotas. Os novos modelos serão numerados e cada feirante deverá utilizar todos os dias o mesmo equipamento. Outra novidade será a disposição desses estandes em relação ao calçadão. Nesta quarta e quinta-feiras, a prefeitura fará um teste e as barracas poderão deixar de ser posicionadas paralelamente ao passeio, passando a ser instaladas perpendicularmente, formando assim corredores com vista para o mar de Copacabana. Caso aprovado pelos barraqueiros, o novo modelo se manterá.
 

Além da nova roupagem, a feira terá um novo serviço de logística para melhoria na rotina dos barraqueiros, que antes eram responsáveis por suas montagens e desmontagens. A partir de agora, toda essa operação ficará a cargo da prefeitura, sendo que nos dois próximos meses, o custo da logística será financiado pela iniciativa privada, tempo necessário para realizar o processo licitatório de escolha da empresa que realizará a operação todos os dias.
 
  
Antes de efetivar a mudança, técnicos da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos participaram de reuniões periódicas com os barraqueiros para explicar detalhes da mudança e fazer ajustes no modelo das barracas. Nas últimas semanas foram realizados treinamentos de logística para saber o melhor horário para carga, descarga e montagem das barracas.

Prefeitura:Juliana Romar
Fotos: Divulgação/Seconserva

Nenhum comentário:

...

...

...