Noticias

18 de jan de 2015

Histórias de Ipanema no painel do metrô na estação Nossa Senhora da Paz



Quando entrar na Estação Nossa Senhora da Paz da Linha 4 do Metrô  pelo acesso da Rua Joana Angélica, em Ipanema, será como voltar no tempo. Quando a estação estiver funcionando, no primeiro semestre de 2016, o túnel subterrâneo vai contar - em azulejos - como as histórias do bairro e da Paróquia Nossa Senhora da Paz se misturam.


Tudo começa com uma notícia de jornal sobre o fim da 1ª Guerra Mundial. Há também referências da primeira escola do bairro, o Ginásio Franciscano, e da procissão em que a imagem da Santa foi levada da Paróquia de Nossa Senhora de Copacabana para Ipanema. As pinturas lembram ainda de Pixinguinha, com seu sax e a partitura de ‘Carinhoso’. O compositor morreu dentro da igreja, numa cerimônia de batismo no sábado de Carnaval, fato recordado pela Banda de Ipanema. O Cine Pax não podia ser esquecido, já que marcou a vida de tantas gerações. A Nossa Senhora da Paz, claro, encerra a história, abençoando a nova estação.
 O trabalho é do arquiteto Luiz Neves, professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que há 24 anos restaurou a Igreja Nossa Senhora da Paz. A ideia, aliás, surgiu num bate papo com o padre Manoel. Foi ele quem deu detalhes históricos e ajudou a relacionar as curiosidades que seriam contadas.


Neste painel, o arquiteto tentou reproduzir as principais fachadas de Ipanema dos anos 20, e não deixou de fora o Morro Dois Irmãos. Ele conta que o padre Manoel foi fundamental para relacionar os fatos históricos do bairro e que, ao visitar a estação para ver o painel de perto, o desenho que os dois mais gostaram foi o que mostra a procissão:

- A igreja ainda não estava pronta e, por isso, a imagem ficou guardada na paróquia de Copacabana, quando chegou da França. Aquela pintura mostra a atitude forte religiosa, do envolvimento das pessoas que uniram os bairros acompanhando a imagem de Nossa Senhora da Paz. Ficou muito bonito, nós adoramos. 

O Consórcio Linha 4 Sul, responsável pelas obras da Linha 4 do Metrô entre Ipanema e Gávea, já instalou um painel adesivado com essas imagens, que servirão de referência para a aplicação dos azulejos, ao fim da obra. A estação também está em fase de acabamentos. O piso de granito foi assentado no nível de acesso pela Rua Joana Angélica e na área onde ficarão as catracas e bilheterias. As pastilhas verdes e revestimento em tons pastéis já estão na parede.

Quem passa pela esquina das ruas Joana Angélica com Visconde de Pirajá já consegue perceber a estrutura metálica que vai cobrir as escadarias do acesso de passageiros. A instalação dos vidros com película antirresíduo foi concluída no fim de dezembro. Assim como nas demais estações da Linha 4 do Metrô, a arquitetura do acesso tem design discreto e padronizado, contribuindo para o conforto térmico, melhor visibilidade dos passageiros e integração com o paisagismo do entorno. O acesso também já tem corrimão de aço inox escovado e guarda corpo em vidro, que seguem a mesma orientação de modernidade, qualidade e resistência. Esta é a estrutura definitiva da estação, que vai beneficiar cerca de 47 mil pessoas por dia, a partir do primeiro semestre de 2016.




Nenhum comentário:

...

...

...