Noticias

26 de fev de 2015

Tatuzão finalmente chega a estação Nossa Senhora da Paz

O   Tatuzão, chegou à Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, nesta quarta-feira (25/2/15). O equipamento, que escava os túneis da Linha 4 do Metrô pelo subsolo da Zona Sul do Rio, atravessou pela primeira vez uma parede de estação.
 Luiz Fernando Pezão acompanhou a perfuração, ao lado do vice-governador Francisco Dornelles, do secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio, do secretário da Casa Civil, Leonardo Espíndola, e de colaboradores do Consórcio Linha 4 Sul, responsáveis pela obra no trecho Ipanema e Gávea.
 

A Estação Nossa Senhora da Paz é uma das seis da nova linha, que ligará a Barra da Tijuca a Ipanema, uma obra do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e a primeira a receber a máquina, batizada como Bárbara, em homenagem à santa padroeira dos operários de túneis. A estação está completamente escavada e com acabamentos finalizados no acesso de passageiros pela Rua Joana Angélica. A estação vai beneficiar, a partir de 2016, 47 mil passageiros por dia.
A obra da Linha 4 do Metrô é a maior da América Latina e será concluída dentro do cronograma previsto. A nova linha foi a obra mais cara do Rio de Janeiro e é o mais importante legado que estamos deixando para a população – afirmou o governador, agradecendo aos 9,2 mil operários que trabalham nas intervenções da nova linha.
 
O Tatuzão escavou aproximadamente um quilômetro entre a Estação General Osório e a Praça Nossa Senhora da Paz. Importada da Alemanha, a máquina foi feita sob medida para escavar o solo da Zona Sul, que é composto por uma mistura de rocha e areia saturada. O equipamento, ao mesmo tempo em que escava, instala as aduelas, que são anéis de concreto que formam os túneis. Todas as aduelas necessárias para a construção do túnel entre Ipanema e Gávea já foram produzidas e estão estocadas na Leopoldina.
 
 A obra de engenharia na Zona Sul é delicada por causa da composição do solo. Depois do trecho inicial, o Tatuzão passou a operar com velocidade acima de média e, por conta disso, conseguimos chegar à Estação Nossa Senhora da Paz  disse o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio.
 
A previsão é de que, em agosto, o Tatuzão inicie a perfuração do túnel em direção à Estação Jardim Alah. O equipamento segue para a Estação Antero de Quental, com conclusão da escavação em outubro. Por fim, está prevista para o mês de dezembro a chegada do Tatuzão na altura da Rua Visconde Albuquerque, onde será feita a junção com o túnel vindo da Barra da Tijuca. Esta escavação já está praticamente concluída.
 
A Linha 4 do Metrô vai transportar, a partir de 2016, cerca de 300 mil pessoas por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Serão seis estações (Jardim Oceânico, São Conrado, Gávea, Antero de Quental, Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz) e aproximadamente 16 quilômetros de extensão. Três dos 15 novos trens da Linha 4 já chegaram à cidade. As composições passam por testes e ajustes operacionais.

 
Expansão do Metrô
Durante o evento, o governador reafirmou também o compromisso com a implantação da Linha 3, que ligará Niterói a São Gonçalo, e informou que o projeto está sendo estudado para garantir o melhor modal a ser adotado.
 
– Vamos analisar o melhor modelo para a implantação, ainda este ano, da Linha 3. Estamos aguardando a votação do orçamento do governo federal. Ninguém quer iniciar uma aventura, começando a obra, que depois pode ser paralisada – afirmou Pezão.
 
O Governo do Estado está investindo ainda na expansão da rede metroviária com a contratação de projetos para três novas linhas: Estácio-Carioca-Praça XV; Uruguai-Méier-Engenhão; e Jardim Oceânico-Alvorada-Recreio. O processo licitatório para a contratação do projeto do trecho Gávea-Carioca já está em andamento.
 
A Linha Estácio-Carioca-Praça XV terá três estações, percorrendo um trecho de 3,7 quilômetros. A Linha Jardim Oceânico-Alvorada-Recreio vai ter 14 estações. Já a Linha Uruguai-Engenhão receberá seis estações em um trecho de 8,9 quilômetros. Os novos trechos vão suprir uma demanda de 912 mil passageiros por dia.
 
Gov.RJ

Nenhum comentário:

...

...

...