Noticias

12 de mar de 2015

Inaugurada primeira fase da ampliação do Porto do Rio

Foi inaugurada nesta quinta-feira (12/3/15), que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, do governador Luiz Fernando Pezão e do prefeito Eduardo Paes. As obras do Porto do Futuro estão sendo realizadas pelo Grupo Libra e MultiTerminais, em parceria com a Companhia Docas do Rio de Janeiro e os governos federal, estadual e municipal.


O projeto tem como objetivo a expansão e a modernização de dois terminais de armazenamento decontêineres e de um terminal de armazenamento de veículos. O investimento privado é de R$ 1 bilhão para obras de extensão do cais (550 metros), extensão da retroárea (33 mil metros), a construção de novo edifício garagem (7 mil vagas) e de três novos armazéns (que somam 20 mil metros quadrados), além de equipamentos.

Os investimentos públicos são de R$ 550 milhões, já garantidos, para obras de dragagem do Porto e para a construção da Avenida Portuária, que ligará a Avenida Brasil ao Porto. O projeto conta ainda com recursos públicos de R$ 250 milhões - em fase de viabilização – para a construção de um mergulhão, que fará a conexão entre a pista de chegada da Avenida Brasil à cidade e o cais de São Cristóvão e Gamboa, e também da Avenida Alternativa, uma via que será aberta no Caju para criar um acesso complementar ao Porto e aos Terminais Retroportuários, localizados na região.


Quando concluídas, as obras resultarão no maior cais contínuo da América do Sul, que poderá chegar a 2.070 metros de extensão. A inauguração do Porto do Futuro - que impacta as cadeias produtivas dos setores farmacêutico, automotivo, químico e de óleo e gás - representa um aumento de 63% na capacidade do terminal.


Porto do Rio 

Polo indutor da atividade econômica, o porto é o mero quadrado do território fluminense que mais gera receitas tributárias. O Estado do Rio é o segundo maior importador do país, com R$ 21,7 bilhões em 2014. Também é o local em que mais se arrecadam impostos federais, estaduais e municipais do estado. Apenas no ano passado, a arrecadação de ICMS na nacionalização de cargas foi de R$ 2,2 bilhões.

Gov-rj

Nenhum comentário:

...

...

...