Noticias

26 de abr de 2015

Nova Campanha para incentivar doação de Orgãos



O Programa Estadual de Transplantes (PET) lançou, neste sábado (25/4/15), a campanha Doe+Vida, que tem como meta incentivar a população a buscar informações e esclarecer dúvidas sobre o tema.
A Doe+Vida ainda ganhou um site – www.doemaisvida.com.br – onde os cidadãos podem se cadastrar para se declararem doadores de órgãos e tecidos, além de imprimir o cartão virtual da campanha. Ainda neste sábado, o monumento do Cristo será iluminado pela cor verde, que simboliza a doação de órgãos no mundo inteiro.  

Para divulgar e ter a atenção do público que visitava o Corcovado, o evento contou com a participação do grupo Bando de Palhaços. De forma simples e divertida, os artistas promoveram diversas interações ao som de paródias de marchinhas que incentivavam a doação de órgãos, conquistando o apoio de cariocas e turistas à campanha. Uma das mais populares da música brasileira, "Taí", por exemplo, ganhou, entre os versos, a frase "Você tem, você tem, que doar seu coração".



Na legislação brasileira determina que somente familiares diretos podem autorizar a doação de órgãos de pacientes com morte encefálica. Não existe nenhum documento que possa ser deixado em vida para garantir a doação após a morte. Por isso, expressar a vontade de ser doador é a melhor forma de fazer com que os familiares conheçam a vontade uns dos outros.

Atualmente, cerca de duas mil pessoas estão à espera de um transplante no Estado do Rio. O ator Duda Ribeiro, que é transplantado de rim, declarou apoio à causa e contou sua experiência.


Em cinco anos de existência, o PET colocou o Rio de Janeiro em segundo lugar no ranking nacional de transplantes no país. Foram mais de 5,2 mil vidas salvas. O número de doações também vem registrando aumento ano após ano: em 2015, até o dia 21 de abril, foram realizadas 100 doações, número que já é 20% maior do que o total de doações realizadas em 2010, quando o programa foi criado e foram realizadas 80 doações no ano inteiro.


A primeira-dama do Estado e presidente de honra do RioSolidario, Maria Lúcia Horta Jardim, destacou a importância de sensibilizar as pessoas sobre o tema.

– Tenho um irmão transplantado e sei como essa campanha é importante. Normalmente, a gente só pensa nisso quando precisa. Através dessa campanha, a gente busca salvar vidas. Abraço esta causa com muito carinho – afirmou Maria Lúcia.

Doe+Vida: uma campanha pelo “sim”

Atualmente, quase 50% das doações que poderiam acontecer no Rio de Janeiro não se concretizam pela não autorização das famílias. Entre os motivos mais comuns para a não autorização estão a falta de consenso entre os parentes, que, muitas vezes, desconhecem qual seria a vontade do paciente, e também a falta de compreensão de que a morte encefálica é um diagnóstico irreversível. Por isso, a campanha busca incentivar o diálogo e o esclarecimento de dúvidas para a conscientização da sociedade: expressar a vontade de ser doador é a melhor forma de garantir que as famílias saibam o que as pessoas pensam.


Doe+Vida

Além das interações com o público, o evento também contou com a distribuição de folhetos explicativos sobre a campanha Doe+Vida, o site para o cadastro e impressão do cartão virtual, além de informações sobre o assunto.


Programa Estadual de Transplantes

O PET é responsável por coordenar todas as atividades referentes à doação de órgãos no Estado do Rio de Janeiro. As equipes atuam na captação de órgãos, distribuição aos hospitais transplantadores, sempre respeitando a lista de pacientes. Os potenciais receptores de órgãos doados são definidos de acordo com uma série de critérios técnicos, tais como a compatibilidade, porte físico, entre outros, buscando, desta forma, a maior chance de sucesso para os procedimentos. Outras informações estão disponíveis no site www.transplante.rj.gov.br.

Gov-rj
Foto: Mauricio Bazilio

Nenhum comentário:

...

...

...