Noticias

14 de jun de 2015

Linha verde canal para combate aos crimes ambientais completa um ano

A Linha Verde já recebeu quase 9 mil denúncias anônimas sobre crimes ambientais, por meio do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local). Somente nos primeiros cinco meses deste ano foram 4.050 ligações sobre maus-tratos contra animais, extração irregular de solo e árvores, guarda e comércio de animais silvestres e desmatamento florestal em todo o estado.


O projeto nasceu pela parceria do Disque Denúncia com a Secretaria do Ambiente e o Comando de Polícia Ambiental (CPAm), da Polícia Militar. A partir das informações recebidas pela Linha Verde neste primeiro ano de funcionamento, o CPAm e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente resgataram de cativeiro cerca de mil pássaros silvestres, além de coibirem crimes como queimadas, caça ilegal, extração irregular e poluição do ar.

Para conscientizar a população sobre a importância da preservação da natureza e a gravidade dos crimes ambientais, a coordenadora do Disque Denúncia, Adriana Nunes, tem percorrido municípios do interior com campanhas, palestras e capacitações. O objetivo é fazer com que os moradores conheçam e denunciem os atos ilícitos ao Linha Verde.


Cerca de 40% das denúncias são referentes ao crime de maus-tratos contra animais. Em 2015, a equipe da Linha Verde identificou crescimento de ligações sobre comércio ilegal e captação irregular de água por meio da perfuração de poços artesianos.

Mais da metade das denúncias são feitas pela população da capital. Na Região Metropolitana, grande parte das ligações é sobre descarte irregular de lixo atrelada à poluição da água. Na Região dos Lagos, ocupação irregular e extração de areia são as mais comuns. Já na Costa Verde, desmatamento e ocupação irregular são os principais crimes ambientais.

Gov-rj
 Thaise Constancio//Foto: Marcelo Horn

Nenhum comentário:

...

...

...