Noticias

7 de set de 2015

Lapa presente reduz roubos e furtos na região

 
As ocorrências da Operação Lapa Presente de roubos e furtos caíram mais de 90% na comparação entre o primeiro semestre deste ano com o mesmo período em que não existia a operação, em 2013. Entre janeiro e junho de 2014, quando o novo modelo de policiamento foi criado pela Secretaria de Governo, os índices também apresentam queda.
Nos seis primeiros meses de 2015, foram 52 casos de furtos frente a 797, no mesmo período de 2013 – uma queda de 93%. Quanto aos registros de roubos, foram 269 casos naquele ano, enquanto que em 2015 foram apenas 13. A redução chega a 95%.

Com relação ao período 2015-2014, foram 396 casos de furtos e 161, de roubo. Uma redução de 86% e 92%, respectivamente. Os dados são do Escritório de Indicadores da Polícia Militar, com base em registros encaminhados pela Operação.

Os números consolidados da Operação Lapa Presente em seu primeiro ano de atuação também apontam para a queda dos registros de roubo e furtos no Rio Antigo.

Em 2013, foram registrados 1.226 furtos e 505 roubos. Já em 2014, foram 724 ocorrências de furtos e 265, de roubos. Com isso, os crimes tiveram redução de 41% e 48%, respectivamente.
Durante patrulhamento na Rua dos Arcos, na noite deste sábado (05.09), os agentes receberam uma denúncia de que travestis estavam roubando e furtando pedestres próximo à Fundição Progresso. Três suspeitos foram localizados pelo OLP e, com cada um deles, foi encontrada uma faca. Gilson de Carvalho Junior, de 21 anos; Ruan Magalhães Resende, de 22 anos; e, Diogo Costa da Cruz, de 25 anos, foram encaminhados para a 5ª DP (Mem de Sá), onde foram autuados e multados em R$ 100.

Na Praça Tiradentes, uma nova denúncia sobre furtos cometidos por travestis já na madrugada deste domingo (06.09) levou os agentes a prender Jeferson da Silva Oliveira, de 42 anos. Ele estava com um facão e um celular sem procedência. Jeferson foi preso por receptação e porte de arma branca. A ocorrência foi registrada na 5ª DP.

Ainda nesta madrugada, os agentes foram acionados por um pedestre que relatou ter seu celular furtado em uma casa de show. Após ativar o GPS, foi possível localizar o aparelho na Rua do Passeio. No local, os agentes abordaram Celsimar de Souza, de 50 anos, funcionário da casa de show, que havia negado estar com o celular. No entanto, o telefone estava no bolso do casaco dele. Na delegacia, Celsimar admitiu que havia furtado o telefone e o dinheiro da vítima. O caso foi registrado como furto.

Lançada pela Secretaria de Estado de Governo com o objetivo de garantir a segurança e o direito de ir e vir dos moradores e frequentadores da região do Rio Antigo, a Operação Lapa Presente deu início às suas ações de fiscalização no dia 1º de janeiro de 2014. Desde então, até a madrugada desta domingo (06/09) os agentes cumpriram 338 mandados de prisão – sendo 15 por homicídio, 152 por roubo, 77 por furto, 36 por tráfico de drogas e 58 por outros crimes. 

Além disso, 2.536 pessoas foram detidas por porte de entorpecentes, sendo 2.415 detidas por posse para consumo e 121 presas por tráfico de drogas. Também foram conduzidas à delegacia 73 pessoas por porte de arma branca, 20 por portar arma de fogo, 268 por roubo e furto e 839 por outros delitos. Foram aprendidos também aproximadamente 15,5 Kg de drogas (maconha, cocaína, crack e ecstasy).

Em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social foram realizadas 17.221 ações de acolhimento a moradores de rua. Foram realizadas ainda ações de fiscalização em conjunto com a Secretaria Municipal de Transportes, onde 145 veículos foram rebocados por apresentarem alguma irregularidade. 
Atendimento ao cidadão
O Disque Lapa Presente (97954-2424 e 97954-2525) recebeu, desde a noite do dia 1º de janeiro de 2014, 2.058 ligações. O serviço tem garantia de anonimato ao denunciante.

A Operação Lapa Presente funciona de domingo à quinta-feira das 19h às 3h e na sexta-feira e sábado, das 21h30 às 5h30. Os 136 agentes (76 policiais militares e 48 agentes civis) patrulham a região da Lapa com 24 bicicletas e 11 viaturas e são equipados com rádios de comunicação e braçadeiras que facilitam a identificação.

Oito órgãos dos governos estadual e municipal atuam coordenados na ação: Secretaria de Estado de Governo, Polícia Militar, Guarda Municipal, secretarias municipais de Ordem Pública; de Assistência Social; de Conservação; de Transportes, além da Comlurb. O efetivo circula pelo bairro para coibir roubos, uso e venda de drogas e promover o ordenamento urbano, além de realizar ações sociais como o acolhimento de moradores de rua.

 
Gov - RJ

Nenhum comentário:

...

...

...