Noticias

26 de abr de 2016

Circuito de Agroturismo religioso no interior do Estado


Em Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense, passeios por igrejas tradicionais e fazendas de café e leite têm atraído turistas e movimentado a economia local. O Circuito de Agroturismo Religioso começa na Praça Governador Portela, no centro da cidade, e passa pelo Santuário de Nossa Senhora Aparecida, igrejas e fazendas de agricultores familiares, que viram no roteiro uma forma de complementar a renda.

A visitação foi facilitada pelas obras de terraplanagem, drenagem e pavimentação asfáltica de 5 km da estrada municipal Padre José Paulo Vieira (BI-17), conhecida como Estrada do Santuário, e executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), entre a localidade de Calheiros e o Santuário. Com o apoio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, o circuito é realizado bimestralmente, atraindo cada vez mais interessados.

– O asfalto tem ajudado no desenvolvimento da região. Além de impulsionar o turismo religioso, a estrada é uma das principais vias de escoamento da produção de café e leite do município. Antes, em épocas de chuvas, o acesso à rodovia só era possível através de veículos com tração – afirmou o presidente do DER-RJ, Ângelo Monteiro.
 
A chegada dos turistas incentivou uma família de agricultores a abrir a primeira pousada no interior do município. As últimas edições do passeio deixaram, em média, R$ 5 mil na região. A expectativa da Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana é atrair cerca de R$ 8 mil.


Em 12 de outubro, quando é celebrado o Dia de Nossa Senhora Aparecida, as festividades atraem cerca de 4 mil pessoas, que fazem a peregrinação a pé até o Santuário.
 
Roteiro encanta os turistas
O passeio começa por volta das 7h, quando os participantes se encontram na praça da cidade, cada um em seu carro. Em média, 150 pessoas participam do trajeto. A primeira parada é no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, a 30 quilômetros do centro. Os peregrinos são recebidos por freiras e padres, que contam a história do local, onde as missas ainda são rezadas em latim.


O grupo toma café da manhã completo (R$ 10), com produtos típicos da região, em uma das 23 fazendas cadastradas para recebê-los. Os agricultores familiares também vendem artesanato e produtos caseiros orgânicos, como pó de café artesanal, frutas, queijos e doces.

 Gov- RJ

Nenhum comentário:

...

...

...