Noticias

25 de set de 2016

Obra Olímpica ajuda a praia do Flamengo



Agora podemos dizer que a  praia do Flamengo, na Zona Sul do Rio, está há três meses mantendo bons índices de balneabilidade. Segundo o gerente de Qualidade das Águas do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), Leonardo Daemon, esses foram os melhores resultados no período de junho a agosto em cerca de 10 anos.



O Inea mantém dois pontos de monitoramento na área: um no centro da praia e outro na foz do Rio Carioca, à direita da orla. Entre outros fatores, três podem impactar a qualidade de uma praia urbana: a proximidade da saída de galerias pluviais, de rios e canais; a localização geográfica; e a pluviosidade (as chuvas acabam arrastando mais detritos pelas galerias). As praias da Baía de Guanabara, por serem mais abrigadas, têm uma renovação das águas mais demorada do que quando comparadas com as praias oceânicas.


Todas as praias da cidade são analisadas pelo Inea duas vezes por semana. Elas são analisadas de acordo com a Resolução Conama 274/2000 e são consideradas próprias ou impróprias conforme a quantidade de coliformes fecais na água. Para evitar problemas de saúde como gastroenterites, enjoo e diarreia, entre outros incômodos, basta acompanhar os boletins que são publicados às terças e sextas-feiras no site www.inea.rj.gov.br.  

Gov- RJ

Nenhum comentário:

...

...

...