Noticias

27 de dez de 2016

Réveillon 2017 conheça a programação no Rio








A Prefeitura do Rio divulgou, nesta segunda-feira (19/12), a programação do Réveillon de Copacabana e dos palcos que estarão espalhados pela cidade para celebrar a chegada de 2017. As festas em Copacabana, Barra da Tijuca, Parque Madureira, Flamengo, Ilha do Governador, Piscinão de Ramos, Penha, Paquetá, Sepetiba e Pedra de Guaratiba acontecerão ao som de muita música e queima de fogos. A expectativa é de que a cidade receba no período do Ano Novo 865 mil turistas, que devem movimentar a economia carioca com US$ 691 milhões.

Em Copacabana, o tradicional espetáculo pirotécnico - assinado pela Pirotecnia Igual Brasil - contará com efeitos e fases distintas, com cores e formas de fácil identificação para o público, como palmeiras, corações, margaridas e carinhas felizes. Sincronizado com a trilha sonora, o espetáculo de fogos terá início pontualmente no primeiro segundo de 2017. Os fogos, de origem espanhola, serão detonados em onze balsas fundeadas no mar. O detonamento será simultâneo, feito de uma base de comando na Avenida Atlântica, por processo computadorizado.


Com a estimativa de um público aproximado de 2 milhões de pessoas, a noite em Copacabana começará às 18h com o cantor Alex Cohen, que vai levar para o palco seu repertório eclético e dançante, misturando suas influências mais antigas com canções da atualidade. Cohen costuma encantar com seu violão e levantar a plateia com solos de guitarra e hits para agradar a todas as idades. Um dos maiores nomes da cena carioca, o DJ MAM se apresentará em seguida. MAM ganhou o prêmio Noite Rio de melhor DJ de MPB/Regional em 2012 e 2014, e também é o autor de Redentor, música tema da comemoração dos 80 anos do Cristo. 

A programação seguirá com o cantor Leo Jaime, que comemora 32 anos de carreira com o show Leo Guanabara, em que relembra seus sucessos musicais, conta as histórias por trás das canções e dos bastidores do Rock Brasil. Além de matar a saudade do público de grandes hits como Rock Estrela, As Sete Vampiras, Solange, Sônia, Nada Mudou e A Fórmula do Amor, ele também apresentará novos trabalhos e clássicos de amigos e ídolos que o influenciaram como Legião Urbana, Stones, Raimundos, The Cure, Leoni e Marina, entre outros. 

O show principal da noite celebrará os 20 anos de O Grande Encontro entre Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo. Um dos espetáculos mais aclamados da música brasileira, o trio reunido é promessa de arte, união e boas vibrações, transmitidas para todo o planeta no ano que se inicia.

No repertório, além dos clássicos que todo mundo quer ouvir, há novidades e tesouros escondidos. Em trio, Geraldo, Elba e Alceu harmonizarão suas vozes para emanar as good vibes de "Anunciação", "Caravana", "Sabiá", "Me Dá Um Beijo" - esta, do primeiro disco gravado em dupla por Alceu e Geraldo, nos anos 70. Entre as surpresas, uma música especialmente preparada para o Réveillon do Rio: "Chega de Saudade", marco zero da Bossa Nova, de Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes.

Na sequência, o dueto de Alceu e Geraldo interpretará "Moça Bonita", do repertório de Geraldo, recriada por Alceu para a trilha da novela "Velho Chico". Em seu momento solo, Geraldo emendará as obras que construíram sua trajetória - "Dia Branco", "Dona da Minha Cabeça", "Sétimo Céu", a nova "Só Depois de Muito Amor" – e receberá Elba para espantar o baixo astral com "Bicho de 7 Cabeças" e "Chorando e cantando".

O set de Elba começará com a dolente "Ai, que saudade d´ocê", de Vital Farias e passará por um módulo de forrós (incluindo "Qui Nem Giló", de Lui Gonzaga, e "Só Quero Um Xodó", de Dominguinhos), espalhando novos ventos sobre o "Chão de Giz" (de Zé Ramalho), e transbordando sentimentos intensos em "Sangrando", de Gonzaguinha. Elba, então, convidará Alceu para a cena, no congraçamento de "Ciranda da Rosa Vermelha", na delicadeza da "Flor de Tangerina", e na capacidade de superação de "Tesoura do Desejo".

Alceu assumirá o comando com uma procissão de hits: "La Belle de Jour", "Girassol", "Coração Bobo", "Cabelo no Pente", "Tropicana". O Gran Finale tornará a unir os três artistas em cena, em "Táxi Lunar" (da safra setentista de Alceu, Geraldo e Zé Ramalho), na inédita "Ciranda da Traição" (de Alceu), nos clássicos "Pelas Ruas Que Andei", "Banho de Cheiro", "Frevo Mulher". 

Os artistas se apresentarão ao lado de Marcos Arcanjo, Paulo Rafael (violões e guitarras), Ney Conceição (baixo), Meninão (sanfona), César Michiles (flauta), Anjo Caldas (percussão) e Cássio Cunha (bateria), com direção de cena de André Brasileiro. Os cenários serão de Gringo Cardia, elaborados a partir de painéis do artista plástico baiano J. Cunha. 

Pra fechar a noite e encerrar com chave de ouro o ano do centenário do samba, haverá dose dupla de carnaval. As escolas de samba Unidos da Tijuca e Mangueira irão colocar todo mundo pra sambar até o dia clarear. A bateria da Tijuca, que não leva o nome de Pura Cadência à toa, vai esquentar o público com os sambas que ajudaram a conquistar tantos títulos para a escola amarela e azul – entre eles, o segundo lugar do ano passado, "Semeando sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado". Já a Mangueira, campeã do Carnaval 2016, promete fechar a festa em grande estilo com o enredo vitorioso, que comemorou os 50 anos de carreira da cantora Maria Bethânia, além, de sambas inesquecíveis de outros carnavais.

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – seção RJ (ABIH/RJ), a ocupação hoteleira em Copacabana e Leme está em torno de 75,4%. Ipanema e Leblon registram 68%, porém os números ainda devem crescer com as procuras de última hora. Na Barra da Tijuca, a ocupação dos hotéis cinco estrelas já supera 80% e a média do bairro, que está em torno de 60%, também tende a subir às vésperas da virada.

A festa é promovida pela Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, com produção da SRCOM. O patrocínio é da Caixa e da Antarctica, e entre os apoiadores estão ABIH/RJ, TV Globo, Infoglobo e Sistema Globo de Rádio.

Mas como a chegada de 2017 não é exclusividade de Copacabana, outros nove bairros da cidade irão receber comemorar o Réveillon com apresentações nos palcos, a partir das 19h30. 

Na Barra da Tijuca, uma queima de fogos na praia irá iluminar a região que, com os Jogos Olímpicos, se consagrou como segundo grande polo hoteleiro da cidade. Cerca de cinco toneladas de fogos promoverão um show pirotécnico entre três e 12 minutos. O espetáculo piromusical contará com 34 tipos diferentes de efeitos e cores. Dez locais foram selecionados para integrar o show de fogos de artifícios pela localização estratégica, pela viabilidade técnica e por oferecerem uma ampla visão de diferentes pontos da região conhecida como Grande Barra: além do Quebra-mar e do shopping Village Mall, os hotéis Praia do Pontal, Hilton Barra, Windsor Barra, Sheraton Barra, Brisa Barra, Grand Hyatt, Ramada Recreio e Venit + Mio foram selecionados como pontos de queima de fogos.

No Parque Madureira, a festa começará com a Velha Guarda da Império Serrano, seguindo ao som do DJ Michel, do Baile do Viaduto, e do Grupo Arruda. Depois, o ritmo esquentará com Naldo Benny. Em seguida, a Portela fechará a noite. 

Quem busca um Réveillon mais tranquilo pela Zona Sul carioca poderá curtir a celebração no Flamengo, no palco montado na altura da Rua Dois de Dezembro. Este ano o evento vai contar apresentações de Luiz Kiari, Vtrix, e as escolas de samba São Clemente e Salgueiro. 

Os insulanos terão a oportunidade de aproveitar a tradicional noite na praia da Bica, na Ilha do Governador. A festa terá início com o DJ PH, seguido de Bruno Maia, Intimistas e, na sequência, se apresentarão ImaginaSamba e União da Ilha.


No Piscinão de Ramos, o público contará com várias atrações, tendo o funk e o pagode como principais ritmos. A festa começará com o DJ Érick, que será seguido por diversos MCs do funk, Bonde do Vinho e Ferrugem. As escolas de samba Beija-Flor e Grande Rio completarão a programação. 

No IAPI da Penha, a festa terá queima de fogos, com direito a contagem regressiva. A noite começará ao som de DJ Café, Beleléu, Banda Holograma e seguirá animada pelo grupo Clareou. Depois, a bateria da Imperatriz colocará todo mundo pra sambar.

A bucólica Ilha de Paquetá terá sua festa da virada na Praia da Moreninha animada ao som de DJ Beto Mancha, Claudio Zolli, Swing & Simpatia e encerramento da Paraíso do Tuiuti.

Na Zona Oeste, dois palcos foram montados, um em Sepetiba e outro em Pedra de Guaratiba. No primeiro, na Praia do Recôncavo, haverá apresentação do DJ Alex Correia, Jonathan Alexandre, Coisa Séria, Chininha e Príncipe e Mocidade Independente. No segundo, na Rua Barros de Alarcão, a programação terá DJ Moisés Junior, Pura Amizade e Tá na Mente, fechando com a Unidos de Vila Isabel.

Confira abaixo a programação:

Copacabana
Alex Cohen
DJ MAM
Leo Jaime
O Grande Encontro – Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo
G.R.E.S. Unidos da Tijuca
G.R.E.S. Mangueira

Barra da Tijuca
Queima de fogos à meia-noite na altura do Quebra-mar, do shopping Village Mall e dos hotéis Praia do Pontal, Hilton Barra, Windsor Barra, Sheraton Barra, Brisa Barra, Grand Hyatt, Ramada Recreio e Venit + Mio. 

Ilha do Governador - Praia da Bica
DJ PH
Bruno Maia
Intimistas
ImaginaSamba
G.R.E.S. União da Ilha

Paquetá - Praia da Moreninha
DJ Beto Mancha
Claudio Zolli
Swing & Simpatia
G.R.E.S. Paraíso do Tuiuti

Sepetiba - Praia do Recôncavo
DJ Alex Correia
Jonathan Alexandre
Coisa Séria
Chininha e Príncipe
G.R.E.S. Mocidade Independente

Parque Madureira
DJ Neném
Velha Guarda Império
DJ Michel (Viaduto)
Grupo Arruda
Naldo Benny
G.R.E.S. Portela

Ramos - Piscinão
DJ Érick
MC Funk Love
MC Funk Ombrinho
MC Funk Smith
Bonde do Vinho
Ferrugem
G.R.E.S. Beija-Flor
G.R.E.S. Grande Rio

Penha - IAPI
DJ Café
Beleléu
Banda Holograma
Clareou
G.R.E.S. Imperatriz Leopoldina 

Guaratiba - Rua Barros de Alarcão
DJ Moisés Junior
Pura Amizade
Tá na Mente
G.R.E.S. Vila Isabel

Flamengo - Praia do Flamengo
DJ
Luiz Kiari
Vtrix
G.R.E.S. São Clemente
G.R.E.S. Salgueiro

 
Prefeitura - RJ

Nenhum comentário:

...

...

...